sábado, 2 de setembro de 2017

“TODOS QUE DEFENDEM A DEMOCRACIA DEVEM ESTAR NO ATO COM LULA”, DIZ ZÉ INÁCIO

Blog do Jorge Vieira - O deputado Zé Inácio, líder da corrente petista Construindo Um Novo Brasil, no Maranhão, usou a tribuna da Assembleia Legislativa na quinta-feira (31) para convidar todos aqueles defendem a democracia a participarem do ato público que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva fará em São Luís dia cinco de setembro, na Praça D. Pedro II, no Centro Histórico da cidade.

O parlamentar destacou as principais ações da caravana que iniciou pelo Nordeste e irá percorrer todas as regiões do país. Dentre os principais objetivos o ato busca realizar um levantamento da realidade brasileira no contexto das transformações realizadas no governo do PT. “Sabemos que o legado do governo Lula e Dilma é elemento central na disputa política e ideológica no Brasil, por isso a necessidade de se recuperar esse legado”, disse Zé Inácio.

Viajar visitando o Brasil e vendo de perto a realidade social do povo brasileiro, já é uma ação realizada por Lula desde a década de 70, quando ele realizou a organização do movimento sindical. Na década de 80 organizou o Partido dos Trabalhadores – que se tornou um dos maiores partidos da América Latina, e na década de 90 viajou nas caravanas da cidadania onde discutiu com a base, as lideranças, os movimentos sociais, a classe política e a população brasileira as propostas de governo.

“O Lula continua viajando o Brasil, ele está indo em várias regiões onde a população reclama contra as reformas que tiram o direito da classe trabalhadora, que não aceita a reforma da previdência do jeito como está, que deseja a garantia dos direitos sociais, que não quer nenhum direito a menos”, enfatizou o parlamentar.

A caravana do Lula finaliza seu percurso pelo Nordeste, em São Luís, no próximo dia 05 de setembro, na Praça D. Pedro II, Centro Histórico de São Luís. “Por isso deixo aqui o convite a todos para que acompanhem esse ato do ex-presidente, que será realizado em frente a igreja da Sé, entre o Palácio dos Leões e o Tribunal de Justiça. Um espaço simbólico, porque o Palácio representa o poder, a igreja a fé e o Tribunal a Justiça. E todos nós que defendemos a democracia exigimos justiça para que o ex-presidente tenha de fato a liberdade para disputar mais uma eleição, pois aqueles que sentem medo do Lula é porque temem que ele seja eleito novamente Presidente da República deste país”, finalizou.