sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Presidente da FAMEM, Dr. Tema, convoca prefeitos maranhenses para irem à Brasília no próximo dia 04 de outubro



Prefeito Tema mais uma vez mobilizando prefeitos maranhenses para irem à Brasília
O Prefeito e Tuntum e Presidente atual da FAMEM, Cleomar Tema, em áudio  divulgado está convocando os prefeitos maranhenses para irem à Brasília no próximo dia de 04 de outro próximo para uma reunião com a bancada federal para tratarem de assuntos urgentes da administração pública municipal nos quesitos educação e saúde.

No áudio divulgado pela Assessoria de Imprensa da FAMEM, Dr. Tema, é incisivo no convite aos prefeito maranhenses, fazendo um apelo pessoal a todos os gestores do Estado para irem  à Brasília no próximo dia 04 para uma reunião urgente com a bancada federal do Maranhão.

Clique e ouça o áudio do Prefeito Tema:


UNCME-MA elege nova coordenação estadual


Blog do Ronald Segundo - A União dos Conselhos Municipais de Educação do Maranhão (UNCME-MA), elegeu, na manhã desta sexta-feira(29), no encerramento do VII Encontro Estadual dos Conselhos Municipais do Maranhão, realizado no Convento das Mercês – Centro Histórico de São Luís, a nova coordenação estadual que comandará a entidade pelos próximos 02(dois) anos.

A UNCME-MA reúne, em torno da sua liderança estadual, em torno de 180 Conselhos Municipais de Educação do Estado e 2.200 conselheiros que se reuniram no período de 27 a 29, em São Luís, para tratarem de assuntos de interesse da educação pública municipal de qualidade social nos municípios maranhense.

Os delegados presentes ao VII Encontro Estadual da UNCME-MA elegeram por aclamação, na manhã desta sexta-feira(29), a nova diretoria estadual da entidade composta de coordenador estadual, vice coordenador estadual, Tesoureiro, vice tesoureiro, secretário geral, coordenadores regionais e conselheiros fiscais.

Nos próximos 02(dois) anos a UNCME-MA será dirigida pelo Prof. Emerson de Araújo Silva – Presidente atual do Conselho Municipal de Educação de Tuntum que assume o lugar da Prof. Lindalva Batista que esteve a frente da entidade dos conselhos municipais de educação durante os últimos 04(quatro) anos.

O novo Coordenador Estadual da UNCME-MA

Emerson de Araújo Silva é natural de Tuntum – Maranhão, formado em Letras pela Universidade Federal do Piauí, Direito pela Universidade Estadual do Piauí, Especialista em Educação Profissional pela Faculdade Boa Viagem. É professor há 37 anos. Pertence a rede de ensino do Estado do Piauí (aposentado) e Efetivo da Rede de Ensino do Estado do Maranhão. Jornalista Profissional, é poeta com diversos livros publicados. Consultor/Assessor Educacional tem uma larga experiência em legislação educacional, fundamentos da educação e conselhos de educação.


Com edição de foto

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Prefeitos definem pauta e irão a Brasília cobrar recursos para saúde e educação

Cleomar Tema coordenou reunião que definiu pauta que será levada para Brasília

Caravana organizada pela FAMEM deverá reunir cerca de 150 gestores, que terão reunião com deputados federais e senadores.

Uma caravana formada por cerca de 150 prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado estará em Brasília, na próxima quarta-feira (04), discutindo com a Bancada Maranhense pleitos dos municípios nos setores da saúde e educação.

A ida da caravana de gestores públicos à capital federal foi definida durante reunião de trabalho realizada pelo presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Cleomar Tema, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís, nesta última terça-feira (26).

Representantes de 115 municípios – entre prefeitos e secretários municipais – participaram do encontro promovido por Tema, o que reforça, mais uma vez, a credibilidade e prestígio que o presidente da entidade municipalista possui perante os gestores. Durante o encontro, foram definidas pautas prioritárias para ambos os setores.

A reunião com a Bancada Maranhense já foi articulada por Cleomar Tema e demais integrantes da diretoria da Federação. A caravana de gestores também manterá agenda em Ministérios.

Na saúde, será apresentado como pleito principal a destinação aos municípios de novos recursos oriundos de emenda de bancada.

Atualmente, os municípios recebem apenas recursos de emendas individuais.

No setor da educação, os gestores solicitarão apoio dos deputados federais e senadores para que o governo federal cumpra decisão do juiz José Carlos do Vale Madeira, da 5ª Vara Federal Cível, que determinou a implantação do Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi), dispositivo criado pelo Plano Nacional de Educação, como base de cálculo para repasse de recursos do Fundeb para as prefeituras maranhenses.

A efetivação do CAQi, em substituição ao Valor Mínimo Anual por Aluno, é fruto de uma ação judicial movida pela FAMEM e representará um incremento de recursos no setor da educação dos municípios estimado em cerca de R$ 6 bilhões.

“Estamos muito satisfeitos com a reunião, que demonstrou, mais uma vez, o poder de articulação do presidente Tema. Desde o início do ano, ele deu cara nova a FAMEM e a transformou em uma entidade que verdadeiramente representa os municípios de nosso estado”, afirmou o prefeito Miltinho Aragão (São Mateus).

Avaliação semelhante fez o prefeito Chico Freitas (Lagoa Grande). De acordo com ele, sob o comando de Cleomar Tema, a Federação está efetivamente funcionando e prevalece, desde o primeiro semestre, um sentimento de união jamais visto entre os atores que fazem o municipalismo no estado.

Tema agradeceu o apoio dos prefeitos, prefeitas e secretários municipais. Ele disse estar confiante de que, mais uma vez, os integrantes da Bancada irão demonstrar sensibilidade e abraçar os pleitos que serão apresentados.
“Só agradeço as manifestações de carinho e apoio que recebo diariamente dos prefeitos e prefeitas. Hoje, a FAMEM está forte, tendo saltado de 77 filiados, quando assumimos, para 186 atualmente, o que corresponde a 92% dos municípios do estado, uma marca histórica para entidade e para o municipalismo”, disse.

Durante a reunião de trabalho desta última terça-feira, também foi tratado sobre o cumprimento da carga horária dos professores das redes municipais de ensino.

Sobre o assunto, ficou acertado que a FAMEM irá se reunir para definir estratégias que serão adotadas pela entidade, que já se posicionou favorável ao entendimento do Ministério Público determinando carga horária por hora de relógio.

Blog do Djalma Rodrigues

Técnicos da Secretaria de Cultura e Turismo do Maranhão fazem visita técnica a Formosa da Serra Negra

Os técnicos da Secretaria de Cultura e Turismo do Maranhão Eduardo Longhi e Albino Paiva estiveram fazendo uma vistoria  à Biblioteca Municipal Francisco Rosas de Formosa da Serra Negra, destruída literalmente no mandato do prefeito anterior, Edmilson Santos.
A vinda dos dois  técnicos da Secretaria de Cultura e Turismo do Governo do Maranhão a Formosa da Serra Negra atendeu a uma solicitação  do Prefeito Janes Clei feito ao titular da pasta Diego Galdino para que a Biblioteca Municipal Francisco Rosas fosse reformada.

Caso de polícia

A Biblioteca Municipal de Formosa da Serra Negra Francisco Rosas  foi fundada no ano de 2007 e atendia a centenas de alunos das redes municipais e estaduais nas suas pesquisas escolares mas que foram impedidos de fazê-las por conta da destruição do patrimônio físico e dos livros da biblioteca municipal na gestão do Prefeito Edmílson Santos. Mais um caso de polícia para a gestão desastrosa do prefeito do mandato passado.
Os técnicos Eduardo Longhi e Albino Paiva  foram acompanhados na vistoria técnica da Biblioteca Municipal Francisco Rosas pelas Secretárias Municipais de Desenvolvimento Humano Professora Maria Ires Barros e Silva  e Cultura Professora Rosa Coelho. As duas secretárias municipais,  o Prefeito Janes Clei, os alunos, os professores, as famílias de Formosa da Serra Negra desejam que este centro de saber municipal volte a funcionar o mais rápido possível.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Eliziane e Weverton consolidam na disputa pelo Senado Federal


Marrapá - Ainda é cedo para qualquer definição sobre a chapa de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), mas já é possível dizer que entre os postulantes a ocuparem as duas vagas ao Senado os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) foram os que mostraram, até agora, as candidaturas mais viáveis.

Weverton soube planejar sua pré-candidatura, conseguiu se cercar de uma grande rede de aliados pelo estado inteiro e ainda tem como trunfo o comando do PDT. Eliziane ganhou musculatura por liderar as pesquisas eleitorais e o PPS – liderado por ela no estado, percebeu a oportunidade de fazer uma senadora; além disso, a parlamentar é quase unanimidade na comunidade evangélica como alternativa aos nomes de João Alberto e Edison Lobão, ambos do PMDB.

Por outro lado, os demais concorrentes tropeçam e ainda não conseguiram definir ao menos o partido para o pleito do próximo ano. É o caso de Zé Reinaldo, ainda no PSB. Além de sua indefinição partidária, o apoio irrestrito ao presidente Michel Temer (PMDB) tem queimado o ex-governador. Waldir Maranhão, também de mudança do PP para o Avante, tem contra si o passado repleto de trapalhadas e a falta de credibilidade.

Obviamente que podem ocorrer desdobramentos, contudo, o cenário atual é o mais propicio para formação da chapa comunista. Weverton e Eliziane estão passos à frente dos demais adversários.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

JÚNIOR MARRECA INICIA CONVERSAÇÕES COM O PDT E DEVE SER O PRIMEIRO A DEIXAR O PEN


Inimigo declarado da esquerda brasileira, o deputado Jair Bolsonaro, além de exigir que fosse incluído um artigo no estatuto do Partido Ecológico Nacional proibindo aliança com partidos deste campo ideológico para assinar a ficha de filiação, quer que o PEN tenha candidato a governador no Maranhão e se afaste da coligação do governador Flávio Dino. Os dirigentes locais, no entanto, não concordam e ameaçam uma debandada geral.

Bolsonaro, que quer mudar o nome do PEN para Patriota e transforma-lo num partido de estrema direita, será apresentado como pré-candidato da legenda à Presidência da República, em 2018, no programa eleitoral da legenda que será exibido em cadeia de rádio e televisão nesta terça-feira (26), o que vem provocando inquietação nos dirigentes locais. O primeiro a deixar o partido deverá o deputado federal Júnior Marreca.

Por conta da imposição de Bolsonaro, o deputado Marreca, único representante maranhense da sigla na Câmara Federal, iniciou conversações e está de malas prontas para mudar a filiação para o PDT. Segundo apurou o blog junto a fontes fidedignas, também devem deixar o PEN o deputado estadual César Pires, o vereador Mercial Lima e a grande maioria da direção local, que já estariam abrindo conversações com outras legendas.

A insatisfação na organização partidária no estado é generalizada e poderá resultar em debandada geral, principalmente após Bolsonaro apresentar como condição para ser candidato a presidente a proibição de aliança com o PCdoB, PDT, PT, entre outras siglas do campo da esquerda, e obrigar o PEN a ter candidato a governador para que ele tenha um palanque próprio no Maranhão.

A imposição de Bolsonaro em relação ao Maranhão vai custar o esvaziamento da legenda comandada no Estado pelo ex-deputado Jota Pinto e que tem como aliados os governos estadual e municipal. E pelo novo estatuto do partido serão obrigados a se retirar da aliança que elegeu Edivaldo Holanda Junior prefeito e Flávio Dino governador. A direção local não concorda com a imposição e deve devolver comando sigla à executiva nacional.

Blog do Jorge Vieira

terça-feira, 19 de setembro de 2017

ENCONTRO: UNCME-MA REALIZARÁ VII ENCONTRO ESTADUAL DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO


A UNCME-MA(União dos Conselhos Municipais de Educação) estará realizando no período de 27 a 29 de Setembro, em São Luís, o VII Encontro Estadual dos Conselhos Municipais do Maranhão com o Tema: "Fortalecimento dos Conselhos Municipais de Educação: Práticas, Desafios e Alternativas".

VII Encontro Estadual dos Conselhos Municipais de Educação do Maranhão(UNCME), este ano será marcado por uma extensa programação(ver abaixo), abrangendo mesa redonda e diversas oficinas com temáticas destinadas ao fortalecimento dos conselhos municipais de educação que se farão presentes a este grande evento de formação  e decisões importantes para estes órgãos de educação munbicipal.

Os Conselhos Municipais de Educação foram criados com anuência da CF/88 e respaldados pela LDB(Lei 9394/96) como órgão de controle social das políticas públicas de educação e auxiliares das SEMED's nos sistemas municipais de educação.

A coordenação estadual da UNCME-MA atual espera contar com a presença de  um grande número de delegados dos mais de 180 conselhos municipais de educação do Maranhão no VII Encontro Estadual dos Conselhos Municipais de Educação que terão, ainda, a responsabilidade de escolher a próxima coordenação estadual da UNCME-MA.

PROGRAMAÇÃO 


VII ENCONTRO ESTADUAL DOS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO DO MARANHÃO
PROGRAMAÇÃO
CRONOGRAMA 27/09/2017 – QUARTA-FEIRA
HORÁRIO
ATIVIDADE
14:00
CREDENCIAMENTO
14:30
APRESENTAÇÃO CULTURAL
15:00
ABERTURA (MESA DE AUTORIDADES)
15:30
MESA REDONDA: “OS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO SOB VÁRIOS OLHARES E PERSPECTIVAS”
PARTICIPANTES: FAMEM, UNDIME, UNCME, CEE, MINISTÉRIO PÚBLICO E CME TUNTUM
16:30
RITOS DO PROCESSO ELEITORAL: LEITURA E APROVAÇÃO DO REGIMENTO E ESCOLHA DA COMISSÃO ELEITORAL
17:00
ENCERRAMENTO

CRONOGRAMA 28/09/2017 – QUINTA-FEIRA
HORÁRIO
ATIVIDADE
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 1: “CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO CME”
MINISTRANTES: UNCME MARANHÃO (EMERSON DE ARAÚJO SILVA – CME TUNTUM E JÚLIA BENEDITA SILVA FIGUEIRA – CME BACABEIRA)
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 2: “ATOS, REGISTROS E OUTROS DOCUMENTOS OFICIAIS DE REGISTRO DO CME”
MINISTRANTES: CEE (MARIA VITÓRIA BOUÇAS BAHIA SILVA E MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO AZEVEDO CARNEIRO)
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 3: “ELABORAÇÃO, ANÁLISE E DESPACHO DE PROCESSOS”
MINISTRANTES: CEE (RÉGINA MARIA SILVA GALENO) E CME SÃO LUÍS (MARIA JOSEILDA OLIVEIRA FERNADES FREITAS DESCOVI)
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 4: “ATOS REGULATÓRIOS:  CREDENCIAMENTO, RECREDENCIAMENTO, AUTORIZAÇÃO, RECONHECIMENTO E DESATIVAÇÃO DAS UNIDADES DE ENSINO DO SISTEMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO”
MINISTRANTES: CEE (SORAIA RAQUEL ALVES DA SILVA) E CME SÃO LUÍS (HILDA HELENA BASTOS GARCÊZ RIBEIRO)
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 5: “CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO FME”
MINISTRANTES: FEE (NARCISA ENES ROCHA) E FME SÃO LUÍS (ÉRIKA MARIA MACHADO FERNANDES)
08 – 11:00
13 – 16:00
OFICINA 6: “ATUAÇÃO DO CME NA AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DOS PLANOS”
MINISTRANTES: SEDUC (JOÃO PAULO MENDES DE LIMA E MARCIA ANDREA DE ARAÚJO PORTO)
16:30
RITOS DO PROCESSO ELEITORAL: INSCRIÇÃO DAS CHAPAS QUE CONCORRERÃO À ELEIÇÃO
17:00
ENCERRAMENTO

CRONOGRAMA 29/09/2017 – SEXTA-FEIRA
HORÁRIO
ATIVIDADE
08:00
MOMENTO UNCME: BALANÇO DAS AÇÕES E PRESTAÇÃO DE CONTAS
09 – 11:00
RITOS DO PROCESSO ELEITORAL: APRESENTAÇÃO DAS CHAPAS E DE SEUS PLANOS DE META; ELEIÇÃO.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

DINO: GRUPO SARNEY TENTA OCULTAR PROCESSOS CONTRA EX-SENADOR

VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | Antonio Cruz/ABr

Blog da Sílvia Tereza - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ironizou, pelas redes sociais, o grupo Sarney por conta de matéria, dando conta das “precárias condições sociais” do Estado. Para ele, a “descoberta” fantástica visa tentar ocultar os processos que o ex-senador Sarney responde por participação em organizações criminosas.

“Depois de 50 anos, a mídia do império Sarney descobriu que as condições sociais do Maranhão eram precárias. Mas claro que a culpa é minha…”, ironizou Flávio Dino.

Flávio Dino questionou por que, em vez de agredi-lo tanto, a mídia do império Sarney não se ocupa de demonstrar que o ex-senador não participa de quadrilhas.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

CHEGADA DE ROBERTO ROCHA AO PSDB DEVE PROVOCAR DEBANDADA NO PSDB-MA

Waldemir Barreto/Agência Senado
Blog da Sílvia Tereza - A chegada do senador do Maranhão, Roberto Rocha, ao PSDB, após ser expulso do PSB, deve causar uma verdadeira debandada no ninho tucano maranhense. Já cogitam sair do partido o vice-governador Carlos Brandão, o secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, além de diversas lideranças políticas do Estado.

Assim como era no PSB, Roberto Rocha também é antipatizado entre diversas lideranças do PSDB e a chegada dele ao partido deve provocar uma grande debandada do ninho tucano no Maranhão, entre vereadores, prefeitos e lideranças políticas, inclinadas ao projeto de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

Roberto Rocha (PSB-MA) acertou na quarta-feira, 13, sua migração para o PSDB, visando às eleições de 2018, em reunião com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), presidente em exercício do partido. Ele foi expulso do PSB, após votações contrárias à orientação do partido, como no caso da Reforma Trabalhista de Michel Temer (PMDB) , matéria que ele foi favorável.

O senador vem anunciado sua pré-candidatura ao governo do Maranhão, numa possível disputa contra o governador Flávio Dino (PCdoB). O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, tem sido o principal responsável pela manutenção da aliança entre o PSDB e o PCdoB.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

FLÁVIO DINO: DORIA É UM COLLOR PIORADO

Karlos Geromy/Secap |  Cesar Ogata/Secom | Reprodução

Maranhão 247 – O governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCBdoB, avalia que as duas alternativas colocadas pela extrema-direita brasileira para as eleições de 2018 – Jair Bolsonaro e João Doria – seriam desastrosas para o Brasil.

Segundo ele, Doria é um "Collor piorado, autoritário, sem experiência administrativa" e tem sido desleal com Alckmin.

"Alckmin tem experiência, foi governador quatro vezes, é um quadro político experimentado, tem as condições dele e um conjunto de forças. Quem é o Doria? É um Collor piorado, fake, autoritário e sem nenhuma experiência administrativa. E o Bolsonaro é uma tragédia, com ideário violento, de exclusão das pessoas, fascista, defensor do aniquilamento das diferenças sociais. Não tem nenhuma condição de dirigir o país", disse Dino, em entrevista à jornalista Cristiane Agostine, publicada no Valor.

Dino diz que o sistema político foi rebaixado com o golpe de 2016 contra a presidente Dilma Rousseff. "Para erguê-lo de novo, acima do volume morto, é importante que Alckmin e Lula sejam candidatos. São traços civilizatórios no meio de um desastre completo", diz.

Ele também afirmou que, se o ex-presidente Lula vier a ser excluído, as eleições não terão legitimidade. Neste caso, que ele vê como a continuidade do golpe, a melhor alternativa da esquerda seria Ciro Gomes, do PDT. É "boa alternativa", afirma.

LULA: NOVA DENÚNCIA É 'INJURÍDICA E IMORAL'

REUTERS/Paulo Whitaker
247 - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como "Injurídica e imoral" a denúncia do Ministério Público Federal contra ele no âmbito da investigações da operação Zelotes. 

Junto com o ex-ministro Gilberto Carvalho e outras cinco pessoas, Lula foi denunciado por corrupção passiva na edição de uma medida provisória para beneficiar montadoras, publicada em 2009 (leia mais). 

Leia abaixo, a nota da defesa de Lula:

"Mais uma vez membros do Ministério Público Federal abusam de suas prerrogativas legais para tentar constranger o ex-presidente Lula e manipulam o sistema judicial brasileiro para promover uma perseguição política que não pode mais ser disfarçada.

A nova denúncia do Ministério Público sobre a edição da Medida Provisória 471/2009 não é apenas improcedente, mas injurídica e imoral. Os procuradores que a assinam tentam explorar novamente um tema que já foi objeto de ação penal e julgamento na primeira instância há mais de um ano.

A Medida Provisória 471 foi editada em 2009, para prorrogar a vigência de incentivos fiscais que tornaram as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste responsáveis por 13% dos empregos na indústria automobilística brasileira, e por mais de 10% das exportações de automóveis pelo país.

São absolutamente corretos os trâmites da medida, desde a edição até a aprovação pelo Congresso Nacional, que a converteu em lei sem votos contrários. Somente a sanha persecutória de determinados procuradores contra o ex-presidente Lula pode explicar a tentativa de criminalização de uma política de desenvolvimento regional iniciada em governo anterior ao dele."

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Lava Jato só quer perseguir Lula, diz Damous

Valter Campanato/Agência Brasil

Por Paulo Moreira Leite

Uma das vozes mais preparadas do Congresso para debater direitos humanos e democracia, em entrevista ao 247 o deputado Wadih Damous (PT-RJ) reage com palavras indignadas à notícia de que, em delação premiada, Antônio Palocci incriminou Lula numa negociação ilegal para a compra de um terreno que seria usado pelo Instituto Lula.

“Encarcerado e isolado, Palocci chegou a seu limite como ser humano e foi forçado a envolver o ex-presidente numa denúncia que só tem o objetivo de assegurar que Lula seja excluído de nossa vida política,” afirma o deputado, autor de um projeto de lei, número 4372, que proíbe delação premiada de pessoas detidas.

Com a credencial de quem foi duas vezes presidente da OAB-- RJ, num discurso famoso Damous comparou esse sistema de obter delações de pessoas encarceradas a uma forma de tortura. (Num texto acadêmico sobre o sistema judiciário norte-americano, Sergio Moro emprega o termo “coerção psicológica” para falar de uma situação idêntica). Anunciada 24 horas depois que o Procurador Geral da República Rodrigo Janot apresentou uma denúncia-gigante contra Lula, Dilma e vários ministros do PT, “a Lava Jato está voltando a sua vocação original: perseguir o Partido dos Trabalhadores e excluir Lula da vida política”, diz o deputado. A entrevista de Damous ao 247:

247 – Em menos de 24 horas, tivemos a apresentação de uma nova denúncia contra Lula, Dilma e vários ministros. Em seguida, vazou uma delação premiada do Palocci, na qual, conforme se divulgou, ele incrimina o presidente. Como interpretar isso?

DAMOUS -- Não é preciso discutir teorias conspiratórias. Os fatos falam por si. O presidente Lula é hoje o político mais popular do país, candidato favorito para retornar à presidência em 2018 com o compromisso de iniciar a reversão do programa de desmonte da nação promovido pelas forças que eram o golpe que afastou Dilma. Lula acaba de fazer uma caravana vitoriosa pelo Nordeste, e prepara novas caravanas em outras regiões. A perseguição a ele é um fato indiscutível.

247 – Poderia explicar melhor?

DAMOUS -- Não há provas contra Lula no imóvel no Guarujá, nem na denúncia apresentada agora. Quanto a delação do Palocci, não se pode sequer falar sobre um terreno que seria destinado ao Instituto Lula, pois nem está formalizado como denúncia. Em qualquer caso, tudo se resume a criar um ambiente contra Lula junto a população. Isso porque o cidadão comum ouve falar de uma denúncia, depois de mais uma, em seguida de uma terceira. Aí começa a se perguntar: “será possível que seja tudo mentira?” Este é o efeito que se pretende obter, pela insistência, pela repetição. E isso é uma técnica, que funciona quando os jornais abandonam sua função crítica, sua isenção, e passam a atuar como simples extensão do judiciário. Foi um problema que já se viu na Mãos Limpas, na Itália, e que se repete agora, no Brasil. 

247 – Como avaliar a denúncia de Janot?

DAMOUS -- A denúncia mostra que Janot chegou ao fim de seu segundo mandato como uma figura patética, como o mais desastrado e desastroso PGR da história da República. Janot fez um trabalho improvisado, fraco, com falhas e muitas imprecisões, reunindo acusações que não consegue sustentar e muito menos provar. Tentou assumir o papel de protagonista da política mas deve ser condenado, não apenas moralmente, mas também investigado, criminalmente, pela delação premiada da J&F. O fim de seu reinado é um triste fim. Desmoralizado pelo tratamento favorecido que dispensou a Joesley Batista, obrigado a explicar gravações que contém revelações e indícios gravíssimos sobre o Ministério Público, nada mais lhe resta senão admitir que seu foco nunca foi combater a corrupção de forma isenta, mas perseguir Lula. Foi isso que fez com a última denúncia.

247 – Qual o impacto da delação de Palocci?

DAMOUS – Gostaria de imitar o grande Machado de Assis, que frequentemente gostava de sugerir ao Caro Leitor que se colocasse no lugar de seus personagens. No caso de Palocci, temos uma pressão conduzida com requintes e crueldade, a começar por uma prisão que no fim deste mês irá completar um ano. Estamos falando de uma pessoa que chegou ao limite de sua fragilidade. Outro ponto que se deve considerar é que Palocci é réu e a lei não proíbe uma pessoa nessa condição de mentir. Não sabemos, portanto, o significado daquilo que se atribui ao ex-ministro, até porque porque as delações devem ser sigilosas e só passam a ter valor depois de sustentadas por provas independentes. O que se quer, mais uma vez, é impressionar o cidadão comum. O Palocci foi um ministro importante no governo Lula e o efeito que se busca é o de sempre: será possível que não esteja falando a verdade? O grave, neste caso, é que sequer sabemos o que ele falou.

Prefeito de Formosa da Serra Negra, Dr. Janes Clei, faz entrega de aquisições à população do município

Aquisições do Prefeito Janes Clei
O Prefeito de Formosa da Serra Negra, Dr. Janes Clei, fez, no final da tarde desta quarta-feira(06), três aquisições importantes da sua administração à população formoserranegrense que o agradeceu participando de uma grande carreata pelas principais ruas do município na apresentação de uma patrulha agrícola, uma viatura policial para a delegacia da cidade e mais um ônibus escolar, todos novos, repassados ao município pelo Governo do Estado do Maranhão e Governo Federal.
Durante o ato de entrega dos bens adquiridos por sua administração, Dr. Janes Clei, agradeceu ao Governador Flávio Dino(PCdoB) pela doação da patrulha agrícola e pela viatura para a delegacia da cidade, todos de grande importância para a população formoserranegrense, segundo o prefeito.

Janes Clei, "o prefeito  trabalhador"

Em dez meses de administração, Dr. Janes Clei, não tem medido esforços para dar "cara nova" a Formosa da Serra Negra e sua aliança com o povo que tem se renovado  a cada dia com novas obras e novas aquisições para melhorar a vida de todos.

Mais Asfalto

Ao concluir o seu discurso na entrega das aquisições, no final da tarde de ontem(06), o Prefeito Janes Clei anunciou a chegada do "Mais Asfalto" na próxima semana à Formosa da Serra Negra. Serão 4,5 km de asfalto para as principais ruas do município deste programa do Governo Flávio Dino já firmado em São Luís, além da urbanização e revitalização dos acessos de entrada da cidade, um sonho antigo dos formoserranegrenses, reafirmou o prefeito.

Tempos de refrigério, conquistas, aquisições e vida digna para o povo de Formosa da Serra Negra são marcas da administração deste que tem se tornado, de fato, um  "prefeito trabalhador" em constante aliança com o seu povo.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Lula em São Luís: “SE ELES PENSAM QUE É SÓ TIRAR O LULA DA JOGADA, ESTÃO MUITO ENGANADOS”

Maranhão 247 - Acompanhado do governador Flávio Dino (PCdoB), o ex-presidente encerrou sua passagem pelo nordeste em São Luiz do Maranhão após 20 dias de viagens, iniciados em Salvador (BA). No ato de encerramento da caravana que passou pelos nove estados da região nordeste do país, o ex-presidente falou para uma multidão numa praça da capital maranhense.

Lula começou sua fala comentando a proibição de receber um título de doutor honoris causa pela Universidade Federal Rural da Bahia: "Um juiz quis me impedir de receber uma homenagem, no mesmo dia conheci uma negra que vai ser doutora. Esse é meu título. Tudo o que fizemos, é pagamento por tudo o que os negros já deram a esse pais".

Em seguida, Lula falou sobre a perseguição jurídica sofrida por conta da Operação Lava Jato. "Essa viagem me deixou feliz por poder olhar nos olhos do povo brasileiro e desafiar quem me persegue. Eu desafio esses juízes a encontrarem um real de coisa errada em contas minhas". O ex-presidente também mencionou a criminalização do PT: "Chamaram o PT de organização criminosa, mas nada provaram. O promotor que disse isso, no processo do triplex, nem apareceu nas audiências", reclamou Lula.

Para Lula, a Justiça e a mídia deveriam pedir desculpas a ele pelas mentiras inventadas. "Mas quem imagina o William Bonner falando no Jornal Nacional: "Lula, quero pedir desculpas porque mentimos muito sobre você", disse Lula, "Eles inventaram uma mentira e agora não conseguem mais sair dela - Moro, os promotores e a Polícia Federal, estão todos comprometidos com essa mentira".

Lula também passou uma mensagem de esperança aos eleitores: "Se eles pensam que é só tirar o Lula da jogada e está tudo certo, eles estão muito enganados. Já existem milhões que pensam como Lula", disse o ex-presidente. Já existem milhões que pensam como Lula", disse; " Eles têm de saber que o Lula hoje representa uma ideia:a ideia de que o povo pode,que o povo quer viver bem".

Eu aguento o que estão fazendo comigo,mas fico com pena do que eles estão fazendo com o povo brasileiro, disse Lula. "Vocês não podem perder a esperança. Nós provamos que esse país pode ser melhor. Eu não sei se eles querem proibir que eu seja candidato. Se eu for, é pra ganhar. É pra provar que um trabalhador governa melhor do que eles", disse o petista.

O ex-presidente reforçou o legado das gestões do partido e os avanços sociais: "Quando ganhei a eleição, disse:se ao fim do mandato, cada brasileiro puder tomar café, almoçar e jantar, terei cumprido a obra da minha vida". Para o ex-presidente, a elite brasileira não tem compromisso com a população do país: Essa gente não se preocupava com a educação porque mandava os filhos estudarem em Portugal, França, EUA...Prova disso é que até o início do século XX, metade da população brasileira era analfabeta", completou Lula.

LULA: DENÚNCIA DE JANOT É PERSEGUIÇÃO PARA ATACAR SUCESSO DA CARAVANA

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reagiu à denúncia feita nesta terça-feira, 5, contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por crime de organização criminosa.

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, Lula disse que a denúncia é uma "ação política". "A denúncia da PGR, sem qualquer fundamento, é uma ação política. É o auge da campanha de perseguição contra o ex-presidente Lula movida por setores partidarizados do sistema judicial. Foi anunciada hoje para tentar criar um fato negativo no dia em que Lula conclui sua vitoriosa jornada pelo Nordeste", disse o ex-presidente.

Além de Lula, também foram denunciados por Rodrigo Janot a presidente deposta Dilma Rousseff, os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antônio Palocci. Também foram denunciados a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o ex-ministro Paulo Bernardo, marido da parlamentar, e os ex-tesoureiros do PT João Vaccari e Edinho Silva.

Na denúncia, Janot sustenta que os acusados formaram uma suposta organização criminosa no Partido dos Trabalhadores para receber propina desviada da Petrobras durante as investigações da Lava Jato.

sábado, 2 de setembro de 2017

“TODOS QUE DEFENDEM A DEMOCRACIA DEVEM ESTAR NO ATO COM LULA”, DIZ ZÉ INÁCIO

Blog do Jorge Vieira - O deputado Zé Inácio, líder da corrente petista Construindo Um Novo Brasil, no Maranhão, usou a tribuna da Assembleia Legislativa na quinta-feira (31) para convidar todos aqueles defendem a democracia a participarem do ato público que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva fará em São Luís dia cinco de setembro, na Praça D. Pedro II, no Centro Histórico da cidade.

O parlamentar destacou as principais ações da caravana que iniciou pelo Nordeste e irá percorrer todas as regiões do país. Dentre os principais objetivos o ato busca realizar um levantamento da realidade brasileira no contexto das transformações realizadas no governo do PT. “Sabemos que o legado do governo Lula e Dilma é elemento central na disputa política e ideológica no Brasil, por isso a necessidade de se recuperar esse legado”, disse Zé Inácio.

Viajar visitando o Brasil e vendo de perto a realidade social do povo brasileiro, já é uma ação realizada por Lula desde a década de 70, quando ele realizou a organização do movimento sindical. Na década de 80 organizou o Partido dos Trabalhadores – que se tornou um dos maiores partidos da América Latina, e na década de 90 viajou nas caravanas da cidadania onde discutiu com a base, as lideranças, os movimentos sociais, a classe política e a população brasileira as propostas de governo.

“O Lula continua viajando o Brasil, ele está indo em várias regiões onde a população reclama contra as reformas que tiram o direito da classe trabalhadora, que não aceita a reforma da previdência do jeito como está, que deseja a garantia dos direitos sociais, que não quer nenhum direito a menos”, enfatizou o parlamentar.

A caravana do Lula finaliza seu percurso pelo Nordeste, em São Luís, no próximo dia 05 de setembro, na Praça D. Pedro II, Centro Histórico de São Luís. “Por isso deixo aqui o convite a todos para que acompanhem esse ato do ex-presidente, que será realizado em frente a igreja da Sé, entre o Palácio dos Leões e o Tribunal de Justiça. Um espaço simbólico, porque o Palácio representa o poder, a igreja a fé e o Tribunal a Justiça. E todos nós que defendemos a democracia exigimos justiça para que o ex-presidente tenha de fato a liberdade para disputar mais uma eleição, pois aqueles que sentem medo do Lula é porque temem que ele seja eleito novamente Presidente da República deste país”, finalizou.

JOESLEY: TEMER É O LADRÃO-GERAL DA REPÚBLICA

247 – O empresário Josley Batista definiu Michel Temer como o "ladrão-geral" da República.

“A delação premiada é por lei um direito que o senhor presidente da República tem por dever respeitar. Atacar seus delatores mostra no mínimo a incapacidade do senhor Michel Temer de oferecer defesa dos crimes que comete. Michel, que se torna ladrão geral da República, envergonha a todos nós brasileiros”, disse ele, em nota.

Foi uma resposta à nota divulgada pelo Palácio do Planalto, em que Temer chama Joesley de grampeador-geral da República.

Os grampos de Joesley mostram Temer avalizando a compra do silêncio de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, assim como as negociações para a entrega de uma mala com R$ 500 mil a Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala da sua confiança.

Leia a íntegra da nota de Temer:

A suposta segunda delação do doleiro Lúcio Funaro, que estava sob sigilo na Procuradoria-Geral da República (PGR) mas tem vazado ilegalmente na imprensa nos últimos dias, apresenta inconsistências e incoerências próprias de sua trajetória de crimes. Funaro acionou meses atrás a Justiça para cobrar valores devidos a ele pelo grupo empresarial do senhor Joesley Batista. Por alegados serviços prestados, negando que recebesse por silêncio ou para evitar delação premiada.

Ainda não está claro como se deu sua conversão diante do procurador-geral da República. Nem sabemos quais benefícios ele obteve em sua segunda delação, se chegam perto do perdão total e da imunidade eterna concedidos aos irmãos Batista. Que, aliás, acabam de refazer sua delação, demonstrando terem mentido e omitido fatos, sobretudo em relação às falcatruas contra o BNDES. Pegos na falsidade pela Operação Bullish, não tiveram a delação anulada, mas puderam, camaradamente, 'corrigir' suas mentiras ao procurador-geral. Sem um puxão de orelhas sequer.

Voltando a Lúcio Funaro, assim o Ministério Público Federal o descreveu há um ano: “O histórico profissional de Funaro indica que nenhuma outra medida cautelar (senão a prisão ) seria eficiente e útil para estancar suas atividades ilícitas.

Trata-se de pessoa que tem o crime como modus vivendi e já foi beneficiado com a colaboração premiada, um dos maiores incentivos que a Justiça pode conceder a um criminoso, a fim de que abandone as práticas ilícitas. No entanto, prosseguiu delinquindo, mesmo após receber o benefício. Cuida-se de verdadeira traição ao voto de confiança dado a ele pela Justiça brasileira.”

Qual mágica teria feito essa pessoa, que traiu a confiança da Justiça e do Ministério Público, ganhar agora credibilidade? Repentinamente muda-se o quadro, pois antes ele era uma das “pessoas que vivem de práticas reiteradas e habituais de crimes graves, (que) sem qualquer freio inibitório, colocam em risco, concretamente, a ordem pública ".

O doleiro, cujo testemunho serve agora para sustentar uma denúncia contra a Presidência da República, foi preso há um ano também por ameaçar de morte seus ex-parceiros comerciais. Segundo relatou a PGR, ele ameaçou matar um idoso de mais de 80 anos (Milton Schahin) e a um outro (Fábio Cleto) prometeu "colocar fogo na casa dele com os filhos dentro."

Agora, diante da vontade inexorável de perseguir o presidente da República, Funaro transmutou-se em personagem confiável. Do vinagre, fez-se vinho. Quem garante que, ao falar ao Ministério Público, instituição que já traiu uma vez, não o esteja fazendo novamente? Se era capaz de ameaçar a vida de alguém para escapar da Justiça, não poderia ele mentir para ter sua pena reduzida? Isso seria, diante de sua ficha corrida, até um crime menor.

O presidente Michel Temer se resguarda o direito de não tratar de ficções e invenções de quem quer que seja. Jamais obstruiu a Justiça e isso está registrado no diálogo gravado clandestinamente por Joesley Batista - sujeito desmentido pela própria esposa no curso desse processo vergonhoso. No diálogo com Joesley, o presidente afirma não ter feito nada por Eduardo Cunha no STF (prova de não obstrução), e alerta o interlocutor de que contatos com o ex-ministro Geddel Vieira Lima poderiam ser vistos como atos de obstrução de Justiça (ora, querer evitar o crime é forma de se ligar a ele?). A gravação usada pelo seletivo acusador desmente a acusação.

Outro agravante é o fato de o grampeador-geral da República ter omitido o produto de suas incursões clandestinas do Ministério Público. No seu gravador, vários outros grampos foram escondidos e apagados. Joesley mentiu, omitiu e continua tendo o perdão eterno do procurador-geral. Prêmio igual ou semelhante será dado a um criminoso ainda mais notório e perigoso como Lúcio Funaro?

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

PROCURA-SE: tuntunense desaparece e deixa família em estado de aflição


Está desaparecido desde a última terça-feira, o tuntunense Antônio Cesar Morais Viana, 47 anos, mais conhecido por Toizim. Segundo seus familiares, que estão preocupados com o seu sumiço, ele saiu de casa no período da manhã tomando rumo incerto. As últimas informações sobre seu paradeiro, é que ele teria sido visto transitando na BR 226, sentido cidade de Presidente Dutra.

Ainda segundo a família, ele sofre da síndrome do pânico, motivo que pode ter o levado a andar, supostamente, sem direção. Seus pais estão em estado de aflição e pedem solidariamente a quem souber do seu paradeiro, entrar em contato pelos seguintes telefones: (99)991812473(vivo) ou (99)991425773(vivo).

Blog do Lobão/Tuntum

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Notícias de Formosa da Serra Negra


Mais um trator para Formosa da Serra Negra
O Prefeito de Formosa da Serra Negra, Dr. Janes Clei(PDT), recebeu, ontem(31), do Governo do Estado do Maranhão mais um trator completo para ser usado em benefício do município. A entrega do novo trator ao Prefeito Janes Clei foi feita pela Deputado Federal Weverton Rocha(PDT) em São Luís.
Bloquetes na Rua Plínio Arruda - Bairro Paquerão - Formosa da Serra Negra

Canteiro de Obras

Mesmo diante da crise fiscal que se abateu sobre os municípios brasileiros nos últimos meses, a Prefeitura de Formosa da Serra Negra, na administração Dr. Janes Clei(PDT), com criatividade e gerenciando os poucos recursos públicos que tem chegado à cidade vem transformando a zona urbana e rural com obras de infraestruturas, favorecendo a maioria dos formoserranegrenses.

Limpeza das vias públicas, restauração das vias dos principais bairros de Formosa da Serra Negra com serviços de terraplanagem e colocação de bloquetes tem sido a marca desta administração que tem de fato feito uma aliança com o seu povo.
Cirandas pela Educação - CME - Formosa da Serra Negra

As Cirandas pela Educação

Com mais um apoio da Prefeitura Municipal de Formosa da Serra Negra e da Secretaria Municipal de Educação, o Conselho Municipal de de Educação de Formosa da Serra Negra realizou, na tarde desta quinta-feira(31), as Cirandas pela Educação/2017 projeto da UNCME com o objetivo de discutir temas relacionados a educação pública municipal de qualidade social.

As Cirandas pela Educação/2017 tem como tema básico: "Direitos Humanos à Educação: quem são e onde estão estes sujeito?" e em Formosa da Serra Negra a programação trouxe para os debates e rodas de conversa diversos segmentos sociais interessados no ensino municipal de qualidade.

Do Blog Bate Tuntum