domingo, 30 de julho de 2017

FUNDEB: GOVERNO FEDERAL DESCUMPRE, MAIS UMA VEZ, ACORDO COM MUNICÍPIOS DO MARANHÃO

Blog Jorge Vieira - Prefeitos e prefeitas de todas as regiões do Maranhão estão apreensivos. O Governo Federal, até a presente data, não cumpriu acordo, firmado no último dia 11 em Brasília, no qual se comprometeu em depositar nas contas dos municípios, até o fim deste mês de julho, R$ 168 milhões referentes a antecipação da compensação do Fundeb.

Com o não cumprimento do acordo, gestores municipais estão preocupados, principalmente no que diz respeito a não conseguir honrar a folha de pagamento do setor da educação.

A diretoria da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, por sua vez, também está extremamente preocupada e lamenta o fato de, mais uma vez, as cidades estarem sendo penalizadas por uma quebra de palavra por parte da União.

Em abril, a diretoria da Famem e integrantes da bancada maranhense em Brasília reuniram-se com o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, que assumiu o compromisso, em nome do presidente Michel Temer, de parcelar o ajuste anual do Fundeb em até 12 vezes.

Com a medida, à época, e também por força de liminares expedidas em favor dos estados do Ceará e da Paraíba, evitou-se que os municípios maranhenses perdessem, de uma vez só, R$ 177 milhões. O governo do estado também foi beneficiado e não perdeu R$ 47 milhões.

Porém, no dia 06 deste mês, a entidade municipalista; bancada maranhense; e gestores foram pegos de surpresa com a edição de uma portaria (nº 823/17), por parte da União, autorizando o desconto, o que acabou ocorrendo.

De forma rápida, o presidente da Famem, prefeito Cleomar Tema (Tuntum); deputados federais e senadores conseguiram reunir-se, na semana seguinte, com o próprio presidente Michel Temer. Também participaram do encontro os ministros José Mendonça Bezerra Filho (Educação) e Henrique Meirelles (Fazenda); além do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Sílvio Pinheiro.

Michel Temer e seus auxiliares, durante a reunião, garantiram a antecipação aos municípios de R$ 168 milhões, resultante da complementação do Fundeb, por parte do Governo Federal, de todo o segundo semestre deste ano.

O acordo foi a forma encontrada para amenizar os problemas financeiros das prefeituras ocasionados pelo sequestro dos valores determinado pela portaria governamental.

No entanto, até o momento, o acordo não foi cumprido. Procurados pela Famem por diversas vezes, o FNDE e a Secretaria Nacional do Tesouro Nacional limitaram-se a informar que a antecipação não poderia ser feita, uma vez que a medida, caso fosse realmente adotada, teria que beneficiar todos os estados e municípios da região Nordeste, o que causaria um impacto negativo nos cofres da União de mais de R$ 740 milhões. Com a palavra o senhor presidente Michel Temer.

Índia é assassinada a facadas no interior do Maranhão

Blog do Djalma Rodrigues - Na noite dessa quarta-feira (26), uma índia da etnia Guajajara, identificada como Jaqueline Lopes de Sousa Guajajara, foi assassinada a facadas. O crime foi praticado por volta das 3h, da madrugada, no bairro Industrial, periferia de Amarante.

De acordo com informações policiais, os suspeitos do crime é um casal conhecido como Maique e Pequena, que residem no bairro onde o assassinato foi praticado. Após cometer o delito, o casal fugiu e ainda não foi localizado.

O crime teria ocorrido após uma discussão em um bar, nas proximidades do campo de aviação. A vítima teria sido perseguida pela dupla, que estava numa moto, e atacaram a índia com várias facadas. Além das facadas, Jaqueline foi agredida a golpes de capacete. Outras pessoas que estavam no local, também teriam sido agredidas, segundo a polícia.

A indígena ainda foi socorrida por populares e encaminhada para o Hospital Municipal de Amarante, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida. O corpo de Jaqueline foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, para os procedimentos cabíveis.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

AICEB - 70 ANOS DE ORGANIZAÇÃO



Por Jairo Oliveira dos Santos

No dia 17 de julho de 1947, numa convenção de obreiros, foi organizada na cidade de Barra do Corda, Estado do Maranhão a ALIANÇA DAS IGREJAS CRISTÃS EVANGÉLICAS DO NORTE BRASIL que mais tarde tornou-se a ALIANÇA DAS IGREJAS CRISTÃS EVANGÉLICAS DO BRASIL - AICEB. 

O primeiro presidente foi o missionário George Thomas. 

O que é a AICEB? 

Diz o Artigo 1 do Estatuto Reformado da AICEB: “A Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil - AICEB é uma organização religiosa, educativa e filantrópica, sem fins lucrativos, de duração ilimitada, com foro e sede na cidade de São Luís – Maranhão, fundada em 17 de julho de 1947, constituída de Igrejas Cristãs Evangélicas, que se rege pelo presente Estatuto, pelos Regimentos Internos dos seus Departamentos e pelas Normas Complementares, fundamentados nas Sagradas Escrituras e na legislação pátria aplicável. 

Quando teve inicio a história da AICEB? 

A Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil teve seu inicio no ano de 1893 na cidade de Barra do Corda – MA com a chegada de um homem chamado João Batista Pinheiro. Esse homem emigrou da cidade de Icó - Ceará em 1870 para a baixada maranhense, a cidade de Viana e em 1892 chegou em Barra do Corda em busca de uma vida melhor. 

João Batista Pinheiro era pobre de recursos materiais e após contrair uma doença degenerativa chamada framboesia, teve as duas pernas amputadas (uma fora amputada na cidade de Icó Ceará e outra em São Luís – MA). O nariz também sofreu com a doença ficando deformado e muitas pessoas o olhavam com desprezo, todavia, foi esse homem que Deus usou para lançar a SEMENTE da Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil. Conhecendo a história desse homem, em seu livro Nossas Raízes, o pastor Abdoral lembra o texto bíblico de 1 Coríntios 1.28,29: “Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus.” 

A conversão de João Batista Pinheiro se deu em Recife – PE em 1892. Nessa data ele deixou seus parentes e tomou um vapor para São Luís e de lá no porão de um navio foi para Recife - PE com o objetivo de cuidar da saúde e pedir ajuda as pessoas para se manter e manter a família. Levou nessa viagem poucos pertences e a imagem de Nossa Senhora da Conceição com planos de usá-la quando pedisse esmolas. Foi nesta cidade quando pedia esmola sentado em uma calçada que ouviu um hino evangélico e atraído pela linda melodia e letra entrou numa igreja evangélica, na Igreja Presbiteriana e ouviu o evangelho de Cristo que dizia que através de Jesus Cristo, que pagou nossos pecados na cruz, podemos ir para o Céu viver a vida eterna e converteu-se ao Senhor. No período que permaneceu em Recife, tornou-se um crente fervoroso e assíduo nos trabalhos da igreja. Estudou bastante a Bíblia e decorou vários textos bíblicos e aprendeu vários hinos. Voltou para o Maranhão, São Luís onde encontrou um grupo de crentes e permaneceu alguns dias com eles onde relatou da sua conversão e desejo de voltar a sua cidade para pregar o Evangelho ao seu povo. Ao partir para Barra do Corda, os novos irmãos lhe arranjaram um hinário e uma Bíblia e o despediram em um barco a uma viagem de duas semanas com destino a Barra do Corda. Chegando em Barra do Corda, tanto na cidade como no povoado Lagoa da União, a cerda de 30 quilômetros de Barra do Corda, começou a reunir os parentes, lia e explicava o livro sagrado. Alguns parentes converteram-se a Cristo e assim era lançada a SEMENTE da Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil no ano de 1893. 

Em 1914, após voltar do Canadá o missionário Perrin Smith que fundara uma próspera igreja em Grajaú – MA veio morar em Barra do Corda por ser uma região mais central do estado e por ter o grupo de convertidos necessitando de assistência espiritual. Perrin Smith assumiu o trabalho e Barra do Corda se tornou um centro missionário alcançando um raio de 700 quilômetros onde as viagens eram feitas a cavalo. Logo chegaram muitos missionários como Walter Lutz que ele trouxe do Canadá, Donald e Vera Montieth da Austrália, Davie e Eva Mills da Inglaterra, Myrddim Thomas do País de Gales, George Thomas do Canadá, Leonard Bland, Alexandre Hutcheson, Normando Lang, Carlos Knight, vindos da Inglaterra e Australia, Ernesto Wootton, Jaime Graham, Enrique Heath da Inglaterra, William Johnstone e D. Catarina da Escócia, Harold Pucht dos EUA, Florence Hough e Marilyn Woodworth do Canadá, Werner e Emmi Rediger, Ari Aebehard e Elizabeth Roth, Jacob e Erica da Suíça, Dóris Haslan, Robert e Mary Cuningham, George Doepp e outros missionários. Alguns desses vieram trabalhar nas aldeias dos índios guajajaras e outros nos campos já abertos. Logo Deus começou a levantar também obreiros locais como Patrício Cavalcante, Antônio Resplendes, dentre tantos outros. Muitos desses missionários já se encontram na glória! Esses missionários fundaram as primeiras igrejas que no início eram autônomas até que tiveram a ideia de unir essas igrejas no que hoje conhecemos como Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil. 

A AICEB conta hoje com mais de quatrocentas igrejas entre igrejas organizadas, congregações e campos missionários, milhares de convertidos servindo ao Senhor com alegria e dezenas de obreiros dedicados vivendo e pregando o Evangelho de Jesus Cristo. 

Para a honra e glória de Deus, a AICEB tem mantido a pureza doutrinária. 

Nosso desejo é continuar servindo a Deus, cooperando com a Sua obra através da AICEB, aguardando ansiosamente a volta do Senhor Jesus Cristo que levará a Sua Igreja para viver com Ele eternamente. 

Toda a Glória seja dada a Deus! 

Texto de Jairo Oliveira dos Santos, pastor da IGREJA CRISTÃ EVANGÉLICA Central de Barra do Corda- MA.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

FAMÍLIA SARNEY ARTICULA CHAPA PURO SANGUE PARA 2018


Blog do Gilberto Lima - Tudo indica que o grupo Sarney deve bater o martelo nos próximos meses para definir uma chapa prioritária para as eleições do próximo ano. Como analistas políticos vêm especulando, a oligarquia deve lançar Roseana Sarney (PMDB) para o governo do Estado e Sarney Filho (PV) para o Senado em 2018. Os dois devem ter ainda a companhia do fiel aliado Edison Lobão (PMDB), provável candidato à reeleição para exercer o quinto mandato como senador, em uma chapa genuinamente “sarneysista”.

O objetivo da oligarquia é tentar retomar o poder no Maranhão. Esfacelado, o grupo vê essa chapa como cartada final para a difícil reestruturação do clã, que perdeu forças após a vitória de Flávio Dino (PCdoB) em 2014, e cresceu em impopularidade com a série de escândalos de corrupção relacionados a membros do grupo político.

Blogueiros ligados ao grupo Sarney tem afirmado que o próprio patriarca da família, o ex-senador José Sarney, teria definido que sua filha sairá candidato ao governo, já que para o velho oligarca apenas a ex-governadora poderia salvar o clã do limbo político.

Roseana não terá uma tarefa fácil. A ex-governadora, que já exerceu o cargo por três mandatos – sendo um deles pela metade, após ter operado a cassação do mandato do saudoso Jackson Lago – vai ter que enfrentar a forte aceitação popular de Flávio Dino e o bom currículo que o atual gestor vem acumulando à frente do poder executivo estadual.

A candidatura de Roseana ao governo amenizou o conflito interno com seu irmão Zequinha, como também é conhecido o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho. Preterido pela sua família, finalmente o grupo Sarney autorizou o lançamento da candidatura de Zequinha ao Senado, depois de muita discórdia e indecisão de Roseana, que não sabia se sairia para o Senado ou para o governo. 

Na chapa puro sangue formada por esses “dinossauros” da oligarquia, sobrou espaço para o senador Edison Lobão. Apesar de ser alvo de cinco inquéritos ligados à Lava Jato por suspeita de crimes de corrupção, o clã Sarney acredita na sagacidade política do ex-ministro Lobão para o clã ganhar novo fôlego em 2018.

A missão mais difícil da oligarquia será mesmo a de convencer o eleitorado maranhense a votar em nomes já gastos e marcados por falcatruas políticas. Após quase meio século de dominação e desmando em terras maranhenses, é pouco provável que o povo do Maranhão dê um passo para trás na história e reconduza membros do elitista grupo Sarney ao poder.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Entre 18 e 22 de julho, PROCON Móvel atende em Formosa da Serra Negra na Secretaria de Desenvolvimento Humano


Com o objetivo de levar os serviços da cidadania mais perto dos maranhenses, o PROCON Móvel continua rodando o Maranhão durante todo o ano de 2017. Agora, entre os dias 18 e 22 de julho, a unidade alcançará os municípios de São Luís, Formosa da Serra Negra, Tufilândia e São Raimundo das Mangabeiras com os serviços do Viva e do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (PROCON/MA).

Em Tufilândia, as ações do PROCON Móvel, ocorrerão na Prefeitura Municipal, na Praça Jardins, s/n, no Centro, de 18 a 21 de julho. No mesmo período, no município de Formosa da Serra Negra, o atendimento será realizado no administrativo da Secretaria de Desenvolvimento Humano, localizada na Rua Lourenço Rodrigues de Carvalho, s/n, na Vila Viana.

Na cidade de São Raimundo das Manguabeiras, a unidade móvel atenderá no Instituto Federal do Maranhão (IFMA), na BR-230, no KM 319, na Zonal Rural, entre 19 e 21 de julho. Já em São Luís, a ação ocorre no dia 22 de julho, na Cidade Operária, na UEB Nascimento de Moraes, localizada na Avenida Arterial Este, s/n, Unidade 105, próximo ao Coreto da 105 na Parada de ônibus.

O acesso à documentação básica para o consumidor maranhense é um dos pontos mais importantes do Procon Móvel, pontua o presidente do PROCON/MA e do VIVA, Duarte Júnior. “A cada nova edição do Procon Móvel, aperfeiçoamos nossas ações, garantindo mais comodidade, facilidade e acessibilidade no atendimento, deixando eles mais próximos da população”, disse o presidente.

Os cidadãos terão acesso à emissão da 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta do CPF, antecedentes criminais e serviços do balcão do cidadão, que incluem emissão de boletim de ocorrência, consultas (NIT, PIS/PASEP, bolsa família), inscrições em concursos e outros serviços on-line. A formalização de denúncias contra empresas e a orientação de consumidores e fornecedores, também, poderão ser realizadas.

Para acessar os serviços do VIVA, o cidadão deve estar com os documentos originais. Para solicitar o RG, é necessário apresentar a original da certidão de nascimento ou certidão de casamento – a emissão da 1ª via do documento é gratuita. A taxa para 2ª via custa R$ 32,83, mas pode ser gratuita caso o cidadão apresente boletim de ocorrência provando roubo ou furto, ou comprovante de cadastro no CadÚnico do Governo Federal, como o cartão Bolsa Família.

No caso do CPF, o solicitante deve apresentar certidão de nascimento ou de casamento. A inscrição é gratuita, assim como a segunda via. Vale lembrar que, para menores de idade, é indispensável o acompanhamento dos pais ou responsáveis.

Para formalizar denúncias contra serviços e empresas privadas, o consumidor deve estar de posse de original e cópia dos seus documentos, além de portar, também, os comprovantes da denúncia (como faturas, contratos, notas fiscais e números de protocolo).

Procon/MA(com edição)

LULA PERCORRERÁ SERTÃO DE ÔNIBUS POR MAIS DE 20 DIAS

Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
247 - A cúpula do PT prevê que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicie sua caravana pelo Nordeste no dia 16 de agosto.

O petista percorrerá a região em um ônibus e ficará mais de 20 dias na estrada. Viagem deve começar em Salvador e seguir para Sergipe. Lula percorrerá poucas capitais. Dará mais atenção a cidades do sertão. A caravana marcará a estreia de sua agenda como pré-candidato ao Planalto e será seu primeiro grande ato após a condenação pelo juiz Sergio Moro.

O desenho da caravana ainda está em estágio preliminar, para seleção das cidades e estudo de custo. Dirigentes do PT, integrantes do Instituto Lula e líderes políticos da região alinhados ao petista estão em contato permanente.

Lula já falou com os governadores Ricardo Coutinho, da Paraíba, Jackson Barreto, de Sergipe, e Camilo Santana, do Ceará.

O ex-presidente Lula segue líder absoluto em todas as pesquisas de intenção de voto para o pleito de 2018.

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

sábado, 15 de julho de 2017

PROJETO PROÍBE CEMAR DE CORTAR ENERGIA ÀS SEXTAS E EM VÉSPERAS DE FERIADOS

Blog Marrapá - Boa parte das reclamações contra a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) é porque a empresa não possui tolerância e costuma cortar a energia dos consumidores mesmo nas sexta-feiras a tarde e vésperas de feriado, quando é preciso esperar o próximo dia útil para quitar os débitos atrasados e esperar a religação que pode demorar até 48h.

Essa falta de bom senso da empresa está com os dias contados. O plenário da Assembleia Legislativa aprovou, nesta quinta-feira (13), o projeto de lei proibindo a Cemar de cortar o fornecimento de energia elétrica de consumidores inadimplentes residenciais das 8hs das sextas-feiras até as 8hs das segundas-feiras, e das 8hs do dia útil que antecede um feriado nacional, estadual ou municipal, às 8hs do primeiro dia útil subsequente. O descumprimento acarretará em multa de R$ 3.000,00 por cada reclamação registrada.

A matéria, que pretende evitar que famílias carentes fiquem por longo período sem eletricidade em suas casas, vai agora à sanção do governador Flávio Dino. “Contamos com o espírito republicano do governador para atender às necessidades da população”, enfatizou César Pires auto da PL.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Depois de votar contra o trabalhador e não pagar funcionários da Rádio Capital, Roberto Rocha lamenta novo valor do salário mínimo

O senador Roberto Rocha pensa que o povo do Maranhão é besta. Depois de votar a favor da reforma trabalhista de Temer, que aniquilou a CLT, e de deixar os funcionários da Rádio Capital à míngua, ele distribui release à imprensa, nesta sexta-feira (14), informando que o valor do novo salário mínimo, de R$ 979,00, deveria ser maior

“Ainda considero pouco para o trabalhador brasileiro. Deveria ser muito mais. O mercado está caro, a passagem de ônibus e as contas não param de subir. Ao sair da crise, o Brasil precisa rever os cálculos do salário mínimo”, argumentou Roberto Rocha.

Ora, se o senador não paga os funcionários da Rádio Capital há 11 meses, com o salário mínimo menor, como irá pagar com esse valor maior? Na verdade, o senador quer apenas fazer média com o trabalhador, depois de ajudar a sepultar a CLT, que acaba com conquistas históricas.

Ele mostra um desprezo muito grande pelos trabalhadores. É abominável esse tipo de comportamento de alguém que foi eleito agarrando-se na asa do avião da mudança, comandado pelo governador Flávio Dino.

Uma vez no poder, Rocha traiu a confiança do povo do Maranhão e se aliou às forças políticas que levaram o Maranhão ao atraso.

No momento em que o Brasil precisa de políticos corajosos, o senador tupiniquim alia-se à escória da política que deu o golpe e levou o país ao fundo do poço.

Às favas os interesses do povo do Maranhão.

Em tempo: os funcionários da Rádio Capital mandam um recado para o senador: “o mercado está caro, a passagem de ônibus e as contas não param de subir”.

Blog do Gilberto Lima

Polícia Federal na cola de Andrea Murad e Sousa Neto

Blog Marrapá - Conforme o blog revelou na semana passada, o inquérito que tramita na Justiça contra os deputados Andréa Murad (PMDB) e Sousa Neto (PROS) foi encaminhado a Polícia Federal pela juíza Kátia Coelho de Sousa Dias, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, na condição de relatora. A dupla é suspeita de crime eleitoral na campanha 2014, acusada de ter recebido benefícios indevidos da PMR Táxi Aéreo e C.C. Pavimentadora Ltda, que prestavam serviços à Secretária de Estado da Saúde (SES), então comandada pelo ex-secretário Ricardo Murad.

O processo foi encaminhado na última quinta-feira, 6, quando a magistrada determinou ainda aos deputados que informem o dia e a hora para as oitivas na sede da Polícia Federal. O benefício é concedido por lei aos parlamentares.

O suposto favorecimento eleitoral foi denunciado após uma auditoria da Secretaria de Transparência e Controle. A empresa PMR Táxi Aéreo e a construtora C.C. Pavimentadora Ltda teriam superfaturado contratos para beneficiar a filha e o genro de Ricardo Murad.

A C.C. Pavimentadora doou, por exemplo, R$ 120 mil para a campanha da deputada estadual Andrea Murad e o dono da PMR Táxi Aéreo teria recebido dinheiro da SES para transportar a então candidata peemedebista.

O caso segue em segredo de Justiça, e caso condenados, Andrea e Sousa Neto podem perder os mandatos e ficarem inelegíveis para 2018.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

SEMED de Formosa da Serra Negra realiza formação para conselheiros municipais de educação

A Secretaria Municipal de Educação de Formosa da Serra Negra realizou, durante todo o dia de hoje(11), nas dependências do Colégio Politécnico, Formação para os Conselheiros Municipais de cidade com objetivo de responderem as demandas inerentes a organização das unidades do município.
A Formação para os Conselheiros Municipais de Educação de Formosa da Serra Negra  foi conduzida pelo Prof. Emerson Araújo, atual presidente do CME-Tuntum e Conselheiro Fiscal  Titular da UNCME-MA, e transcorreu nos turnos manhã e tarde onde foram abordados os seguintes temas:

Manhã - O papel dos Conselhos Municipais de Educação no Sistema de Ensino Local



Tarde - Ritos sobre criação, autorização, credenciamento, reconhecimento e supervisão das unidades de ensino de sistema municipal de educação.

          - Relatórios, portarias, pareceres, resoluções, outros documentos.
Além dos Conselheiros Municipais de Educação participaram, também, da Formação ministrada pelo Prof. Emerson Araújo, diretores, coordenadores, técnicos de educação do sistema municipal de ensino de Formosa da Serra Negra.
No final do evento a Secretária Municipal de Educação de Formosa da Serra Negra, Prof.ª Iranice Martins Arruda deu  posse aos novos conselheiros municipais de educação entregando aos presentes certificados. 

terça-feira, 11 de julho de 2017

BANCADA DO MA FECHA ACORDO COM GOVERNO PARA REVERTER CORTES DO FUNDEB

Maranhão 247 - A bancada do Maranhão no Congresso Nacional se reuniu com o presidente Michel Temer, na manhã desta terça-feira (11), para tratar dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Por meio da portaria nº 565, de 20 de abril de 2017, publicada no Diário Oficial da União, o Governo Federal determinou a devolução, por parte dos municípios e do Estado, o montante de R$ 224 milhões. A alegação é que este valor refere-se a repasses do Fundeb adiantados em dezembro de 2016. Também circulou nos bastidores a informação de que seria uma articulação de José Sarney (PMDB) retaliação ao estado, governado por Flávio Dino (PCdB), que pôs fim ao domínio de 50 anos da família no Maranhão.

“O novo acordo firmado com o Governo Federal prevê a antecipação do complemento da União dos próximos seis meses, a ser pago ainda em julho. Objetivo é atenuar a dívida e garantir a folha de pagamento”, anunciou o deputado federal e coordenador da bancada, Rubens Junior (PCdoB).

Foi formada uma comissão com os deputados Juscelino Filho, Hildo Rocha e o senador Roberto Rocha, para acompanhar os mecanismos legais que permitirão a antecipação dos recursos. “Temer demonstrou sensibilidade diante da gravidade do quadro, afinal um corte abrupto dos valores do Fundeb pode inviabilizar o planejamento de vários municípios e também o pagamento da folha dos funcionários da educação, já neste mês. Saímos todos confiantes”, disse Rubens Junior.

Ainda de acordo com o coordenador, a bancada nunca defendeu que a dívida fosse anistiada. “Lutamos para que a compensação do crédito seja realizada, e que os cortes não fossem efetuados de uma única vez. Agora, com a antecipação desses recursos, os municípios conseguirão manter suas obrigações em dia. Esta foi a melhor saída encontrada por todos. Sempre que for pra defender o interesse do estado, a bancada marchará unida. É Isso que os maranhenses esperam de nós!”, destacou.

Todos os deputados e senadores da bancada do Maranhão estiveram presentes. Também participaram os ministros Henrique Meirelles (Fazenda), Mendonça Filho (Educação) e Sarney Filho (Meio Ambiente). Os municípios maranhenses foram representados por diversos prefeitos.

Corte de R$ 224 milhões

No fim de abril, a bancada maranhense e o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, se reuniram com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia e com os ministros da Educação, Mendonça Filho; e de Governo, Antônio Imbasshay. “O acordo firmado, garantia a edição de uma medida provisória que congelaria o corte e permitiria o parcelamento de forma moderada”, explicou o deputado federal Rubens Junior.

Depois de reiteradas cobranças, no dia 28 de junho, Rubens Junior encaminhou ao plenário da Câmara o Projeto de Lei (PL) 7935/2017, que determina o parcelamento Fundeb. “Encaminhamos o Projeto de Lei porque o Governo Federal não cumpriu com o compromisso firmado com a bancada”, detalhou Rubens.

*Com assessoria do deputado Rubens Júnior

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Procura-se carro roubado

Este carro da imagem acima foi roubado na madrugada, desta segunda-feira(10), na cidade de Formosa da Serra Negra. Qualquer informação segura entrar em contato com o proprietário Alex Sandro Macedo Veras que será recompensado financeiramente, o sigilo será garantido.  

Telefones para contato:

Polícia Militar de Formosa da Serra Negra: (99) 98430-4486
Proprietário do Veículo Roubado: (99) 98413-5634

domingo, 9 de julho de 2017

Fundeb – Presidente da FAMEM vai a Brasília cobrar cumprimento de acordo do governo federal

Resultado de imagem para Dr. Tema
Foto: Bate Tuntum
Blog do Djalma Rodrigues - O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, embarca para Brasília na noite deste domingo, onde se reunirá com a bancada federal, para exigir do governo federal o cumprimento do acordo selado em abril deste ano, que garantia a edição de uma medida provisória que parcelaria o pagamento dos recursos referentes ao ajuste do Fundeb.

Estranhamente, governo federal descumpriu acordo e publicou, na quinta-feira (6), a portaria nº 823/2017, autorizando o desconto de R$ 177 milhões das contas das prefeituras do estado referente ao ajuste anual do Fundeb de 2016.

Conforme a portaria, o desconto deverá ser feito a partir desta segunda-feira (10),mana o que causará um enorme déficit financeiro nos municípios do Maranhão, prejudicando consideravelmente o setor educacional e o pagamento dos profissionais que nele trabalham, por exemplo.

Em abril, o presidente da entidade municipalista, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), protagonizou uma grande articulação em Brasília que resultou na garantia, por parte do governo federal, da edição de uma medida provisória que parcelaria o pagamento dos recursos referentes ao ajuste do Fundeb.

Na ocasião, Tema, vários prefeitos e prefeitas e deputados federais reuniram-se com o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, que assumiu o compromisso, em nome do presidente Michel Temer, do parcelamento, que deveria ser feito de 10 a 12 parcelas.

O presidente da Federação também realizou peregrinação em vários órgãos, como Ministério da Educação e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com o objetivo de evitar que as cidades maranhenses e o próprio estado fossem prejudicados.

É importante destacar que a entidade municipalista prestou toda a assessoria jurídica necessária para que o governo do estado ingressasse, esta semana, com uma ação na Justiça Federal em Brasília visando reverter os efeitos da portaria baixada pela União.

Caso a decisão não seja modificada e o entendimento do governo federal prevaleça, um verdadeiro caos financeiro irá instalar-se nas prefeituras maranhenses, penalizando diretamente todos os agentes inseridos no contexto do setor da educação.

Desde ontem, Cleomar Tema vem se articulando com os deputados federais maranhenses e amanhã eles estarão buscando um equacionamento para o problema, considerado extremamente grave, já que inviabiliza, não apenas a educação municipal, mas também a esdual, já que o Estado sofrerá um corte da ordem de R$ 47 milhões.

“A situação é delicada. O governo federal nos garantiu o parcelamento do débito, nos deixou despreocupado, uma vez que, a partir de tal garantia, passamos a trabalhar com base no que foi acordado. Essa brusca mudança do governo Temer nos deixa extremamente preocupados. Nesta segunda-feira, nossos parlamentares estarão nos acompanhando em nova peregrinação aos gabinetes do Planalto, para que essa situação seja revertida”, disse Cleomar Tema.

GOLPE RECOLOCA O BRASIL NO MAPA DA FOME DA ONU


247 – Em seu primeiro mandato, a presidente legítima Dilma Rousseff adotou o lema "País rico é país sem pobreza". Em 2014, último ano de seu primeiro mandato, ela havia cumprido a promessa, quando o Brasil finalmente deixou de integrar o Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas.

Em setembro de 2014, a notícia foi saudada pelo próprio William Bonner, no Jornal Nacional. "O Órgão das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura citou o Brasil como um dos países que conseguiram reduzir pela metade o número de pessoas que passam fome. Vinte anos atrás, 14,8% dos brasileiros viviam na miséria. Agora, esse índice é de menos de 2%, cerca de 3,4 milhões de pessoas. Segundo a FAO, essa queda se deu por causa da eficiência dos programas de combate à fome", dizia a reportagem.

Essa conquista, no entanto, agora está ameaçada. De acordo com a manchete deste domingo do jornal O Globo, que apoiou sua deposição e troca por Michel Temer, o Brasil pode voltar a integrar esse grupo ultrajante de países.

"Três anos depois de o Brasil sair do mapa mundial da fome da ONU — o que significa ter menos de 5% da população sem se alimentar o suficiente —, o velho fantasma volta a assombrar famílias", diz a reportagem de Daiane Costa. "O alerta, endossado por especialistas ouvidos pelo GLOBO, é de relatório produzido por um grupo de mais de 40 entidades da sociedade civil, que monitora o cumprimento de um plano de ação com objetivos de desenvolvimento sustentável acordado entre os Estados-membros da ONU, a chamada Agenda 2030. O documento será entregue às Nações Unidas na semana que vem, durante a reunião do Conselho Econômico e Social, em Nova York."

"Quando o país atingiu um índice de pleno emprego, na primeira metade desta década, mesmo os que estavam em situação de pobreza passaram a dispor de empregos formais ou informais, o que melhorou a capacidade de acesso aos alimentos. A exclusão de famílias do Bolsa Família, iniciada ano passado, e a redução do valor investido no Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), que compra do pequeno agricultor e distribui a hospitais, escolas públicas e presídios, são uma vergonha para um país que trilhava avanços que o colocava como referência em todo o mundo", disse Francisco Menezes, coordenador do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e consultor da ActionAid, que participaram da elaboração do relatório.

O pleno emprego, para quem não se lembra, foi obtido em 2014, no último ano do governo Dilma. Em 2015, mesmo reeleita, ela não pôde governar. Derrotado, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) se aliou ao então deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para sabotar o País com a farsa das chamadas "pedaladas fiscais". Desde então, a economia afundou e mais de 7 milhões de brasileiros perderam seus empregos. No poder, Michel Temer aprofundou a depressão econômica e liquidou a imagem do Brasil no mundo.

sábado, 8 de julho de 2017

Governo federal descumpre acordo e vai penalizar Maranhão com corte de R$ 224 milhões do Fundeb

Mais de 180 prefeitos confirmam presença no Encontro Estadual da FAMEM
Prefeito Tema - Presidente da FAMEM
O governo federal descumpriu acordo firmado com a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) e a bancada maranhense em Brasília e publicou, na quinta-feira (6), portaria nº 823/2017 que autoriza o desconto de R$ 177 milhões das contas das prefeituras do estado referente ao ajuste anual do Fundeb de 2016.

A medida também atinge o governo estadual, que será penalizado com a perda de R$ 47 milhões. A lista contendo os nomes dos municípios e suas perdas está disponível nesse link.

O desconto deverá ser feito até o fim da próxima semana, o que causará um enorme déficit financeiro nos municípios do Maranhão, prejudicando consideravelmente o setor educacional e o pagamento dos profissionais que nele trabalham, por exemplo.

Em abril, o presidente da entidade municipalista, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), protagonizou uma grande articulação em Brasília que resultou na garantia, por parte do governo federal, da edição de uma medida provisória que parcelaria o pagamento dos recursos referentes ao ajuste do Fundeb.

Na ocasião, Tema, vários prefeitos e prefeitas e deputados federais reuniram-se com o ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, que assumiu o compromisso, em nome do presidente Michel Temer, do parcelamento, que deveria ser feito de 10 a 12 parcelas.

O presidente da Federação também realizou peregrinação em vários órgãos, como Ministério da Educação e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com o objetivo de evitar que as cidades maranhenses e o próprio estado fossem prejudicados.

É importante destacar que a entidade municipalista prestou toda a assessoria jurídica necessária para que o governo do estado ingressasse, esta semana, com uma ação na Justiça Federal em Brasília visando reverter os efeitos da portaria baixada pela União.

Caso a decisão não seja modificada e o entendimento do governo federal prevaleça, um verdadeiro caos financeiro irá instalar-se nas prefeituras maranhenses, penalizando diretamente todos os agentes inseridos no contexto do setor da educação.

A lista contendo os nomes dos municípios e suas perdas está disponível nesse link.

Ascom/FAMEM

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Vaquejada em Formosa da Serra Negra dias 06, 07, 08 e 09 de Julho


terça-feira, 4 de julho de 2017

Flávio Dino atende pleito da Famem e autoriza habilitação de 107 municípios na gestão plena da saúde

Flávio Dino recebeu documento de Cleomar Tema e autorizou habilitação dos municípios.
Blog do Djalma Rodrigues - O governador Flávio Dino aprovou pleito da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e autorizou a habilitação de 107 cidades na gestão plena dos recursos da saúde de média e alta complexidade.

Com a medida, que gerará mensalmente cerca de R$ 40 milhões para os cofres das prefeituras que serão habilitadas, o Maranhão passa a ser o primeiro estado da federação a possuir todos os seus municípios autônomos e gerindo os recursos específicos destinados ao setor.

A aprovação foi feita durante evento promovido pela entidade municipalista, nesta terça-feira (04), no auditório da Fiema, em São Luís.

Participaram da iniciativa, denominada de I Encontro Estadual da Famem, centenas de prefeitos e prefeitas; vereadores; secretários municipais e estaduais; deputados federais e estaduais; representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e de vários outros segmentos da sociedade.

Na cerimônia de abertura, o presidente da Federação, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), entregou oficialmente ao governador documento no qual a entidade solicitava a habilitação dos municípios.

Cleomar Tema agradeceu apoio do governo e ressaltou a união dos prefeitos maranhenses.

Flávio Dino disse que, mesmo diante das dificuldades financeiras, não poderia negar o pedido de Cleomar Tema, da diretoria da Famem e dos gestores públicos municipais.

“Hoje, gastamos mensalmente com o setor da saúde R$ 120 milhões. Temos garantidos R$ 25 milhões do SUS e o restante, todo o mês, corremos atrás para obter. Com a habilitação, o estado abrirá mão de recursos da ordem de R$ 40 milhões mês. Estamos fazendo uma renúncia de recursos para atender uma reivindicação justa do presidente Tema e dos demais prefeitos e prefeitas de nosso estado”, afirmou o governador.

A iniciativa do governador e da Famem foi muito comemorada pelos gestores.

Para Magno Bacelar, prefeito de Chapadinha, Flávio Dino e Cleomar Tema mostraram, mais uma vez, que é possível trabalhar de forma parceria em favor das cidades maranhenses.

Avaliação semelhante fez o prefeito de São Luís e presidente de honra da Famem, Edivaldo Holanda Júnior.

“O que presenciamos nesta tarde foi mais um ato do governador de apoio à municipalidade, de fortalecimento das cidades. Constatamos uma Famem forte, unida, cujo presidente, o amigo Cleomar Tema, figura, hoje, como uma das grandes lideranças municipalistas de nosso estado”, disse.

Para os deputados federais José Reinaldo Tavares e Rubens Pereira Júnior – este último coordenador da Bancada Maranhense em Brasília – a habilitação é uma medida correta, que dará autonomia aos municípios e colocará fim a burocracia.

“O governador Flávio Dino e o presidente Tema estão de parabéns por mais esta iniciativa de grande relevância para os municípios do Maranhão”, afirmaram.

Habilitação – Com a habilitação, as 107 cidades passarão a receber os

recursos da saúde diretamente nos cofres da prefeitura.

Tal medida otimizará o setor, melhorará o oferecimento dos serviços, colocando fim a trâmites burocráticos que muitas das vezes dificultavam a liberação dos recursos.

É importante frisar que o processo de habilitação terá ainda que ser aprovado por membros da Comissão Intergestora Bipartite, que já se mostraram favoráveis a ação.

Cleomar Tema fez questão de agradecer a compreensão do governador.

De acordo com ele, o municipalismo maranhense vive, desde o início do ano, um momento diferente, no qual todos estão unidos em favor do desenvolvimento das cidades.

“Quero também agradecer a todos os prefeitos e prefeitas. A luta e esta vitória são de vocês”, pontuou o presidente da Federação.

Governador elogiou empenho da Famem em favor do fortalecimento do municipalismo.

Ainda durante Encontro, Dino fez uma breve explanação sobre as ações governamentais direcionadas aos municípios e anunciou novas medidas, como a reformulação de sistemas de abastecimento de água de mais de 100 cidades; entrega, em breve, de motos niveladoras através do programa Caminhos da Produção; e ampliação e continuação das ações dos programas Mais Asfalto e Escola Digna.

Também participaram do evento, cuja programação também foi composta de palestras que abordaram temas de interesse da municipalidade, o desembargador Jamil Gedeon, representando o Tribunal de Justiça; o procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho; o deputado Othelino Neto, que representou o Poder Legislativo; o conselheiro Washington Oliveira, representante do TCE; o vice-presidente da Fiema, Fábio Nahuz; dentre outros.

Prefeito de Formosa da Serra Negra, Dr. Janes Clei, lança jornal com ações dos primeiros meses de governo

O Prefeito de Formosa da Serra Negra, Dr. Janes Clei, lançou neste fina de semana o jornal "Tribuna de Formosa" para mostrar à população do município da zona rural e urbana as principais ações dos primeiros meses do seu governo "Aliança com o Povo".

Idealizado pelo Prefeito Janes Clei, "Tribuna de Formosa", traz matérias e fotos das principais ações administrativas do jovem prefeito formoserranegrense nas áreas da educação, saúde, obras, esportes, assistência social, cultura, controle social, políticas dirigida a juventude, mulher, turismo e meio ambiente, demonstrando, com isso, as suas principais preocupações da gestão pública municipal desta cidade encravada no Alto Grajaú.

Prefeito de primeiro mandato, Dr. Janes Clei, nestes seis meses de mandato positivo e propositivo em Formosa da Serra Negra triplicou as obras em relação ao prefeito anterior que deixou a cidade em estado de calamidade pública, confira no jornal "Tribuna de Formosa".

A primeira edição do "Tribuna de Formosa" se encontra na sede da Prefeitura Municipal de Formosa da Serra Negra e nas demais secretarias municipais e sua distribuição é gratuita.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

WALDIR MARANHÃO PODE BUSCAR VAGA NO SENADO NA CHAPA DE ROBERTO ROCHA

Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Blog Marrapá - O deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA) ainda não desistiu de buscar uma candidatura ao Senado em 2018. Com chances mínimas para compor a chapa majoritária do governador Flávio Dino, Maranhão agora deseja formar uma composição com o pré-candidato ao Governo do Estado, Roberto Rocha.

O parlamentar tentou encontrar de todas as maneiras abrigo no PT e até mesmo no PTB para estar filiado a um partido aliado do governador Flávio Dino, mas não conseguiu o apoio necessário das legendas para bancar seu projeto de senador. As trapalhadas em Brasília e denúncias de corrupção envolvendo ele e o filho, funcionário fantasma do Tribunal de Justiça do Maranhão, minaram sua reputação.

Diante da situação, Waldir voltou a se aproximar da cúpula do PP e principalmente do presidente estadual, deputado federal André Fufuca. Os progressistas certamente estarão ao lado de Roberto Rocha nas eleições do próximo ano, em retribuição ao apoio do PSB para a candidatura de Wellington do Curso em 2016 em São Luís. A conjuntura faz parte do acordo.

Com a aliança PSB e PP, Waldir já negocia sua participação na chapa majoritária e assim poderá estar ao lado de Roberto Rocha no próximo ano.

LOCAL DE FESTAS DA FAMÍLIA SARNEY VIRA CASA DE TRATAMENTO PARA CRIANÇAS

Francisco Campos:

Blog da Sílvia Tereza - A transformação da antiga Residência de Veraneio, no bairro São Marcos, na capital maranhense, em um espaço de apoio para crianças em tratamento médico e suas famílias representa uma grande mudança prática e simbólica, ao mesmo tempo, de acordo com profissionais que vão trabalhar no local. Trata-se da Casa de Apoio do Projeto Ninar, que será inaugurada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), nesta terça-feira (4).

A antiga Casa de Veraneio passou uma reforma completa para que pudesse ser entregue à população. Foi um compromisso assumido pelo governador Flávio Dino logo que tomou posse. A casa sempre pertenceu ao povo maranhense, mas não era usada para esse fim. Ela era conhecida pelas festas dadas antes de 2015.

O espaço agora amplia o atendimento realizado no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), em São Luís.
"Era uma casa de festas, e agora é uma casa onde a gente festeja a saúde", diz a oftalmologista Elaine Costa, uma das integrantes da equipe de profissionais do local.

Patrícia Trinta, fonoaudióloga, afirma que "a gente continua festejando porque está cuidando das crianças".

"A gente está alegre e feliz porque estamos cuidando dessas crianças, num ambiente alto astral, à beira do mar, num cenário lindíssimo", acrescenta Patrícia.

O educador musical Paulo Cardoso diz que a ideia é que, para as crianças, "todos os dias sejam de festa". E também "sejam os melhores dias dessas crianças aqui nessa casa".

Casa de famílias

"O espaço agora é uma casa de família, no sentido de que as famílias agora é que estão sendo beneficiadas", afirma Patrícia da Silva Sousa, diretora clínica e responsável pelo projeto.

Para Valéria Ferreira Pereira Souza, coordenadora da equipe multidisciplinar, o maior foco da Casa de Apoio é estabelecer o vínculo dos pais com os bebês. "Oferecemos cuidados e orientações, ensinando os pais a estimular os filhos em todas as áreas de desenvolvimento."

A terapeuta ocupacional Ticiana Campelo afirma que as orientações vão reforçar para os pais que eles são capazes de cuidar dos filhos da melhor maneira possível: "E mostrar que eles podem fazer isso em casa também".

"Nós formamos uma família que vai ajudar as outras famílias", diz a fisioterapeuta Willeilane Lima.