terça-feira, 4 de abril de 2017

Assis Ramos abre sindicância contra sua própria administração

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB), parece perdido e despreparado para assumir a função de gestor do segundo maior município do Maranhão. O delegado de carreira que prometia comando honesto e revolucionário tem feito exatamente ao contrário.

O peemedebista já foi denunciado por nepotismo, por pagar salários astronômicos a pessoas sem qualificação, de ter aluguel pago por funcionários, secretários acumularem cargos, além de suspeitas em contratos. Para amenizar sua falta de intimidade com a administração pública, o prefeito poderia ao menos ter buscado auxiliares especialistas, mas nem isso.

O mais novo capitulo da bagunça que virou sua administração, foi à abertura de sindicância contra uma empresa contratada por ele mesmo.

Assis contratou a empresa J. Kilder Construções e Serviços Ltda, de São Luís, com dispensa de licitação, para serviços de pavimentação na cidade. A empresa subcontratou a Terramata de Imperatriz. No sábado, a Prefeitura publicou no Jornal O Progresso, a portaria nº 2948/2017-GAB PREFEITO, criando uma sindicância para apurar suposta contratação irregular da empresa J. Kilder. Por incrível que pareça, o prefeito vai investigar contrato que ele mesmo providenciou.

A pergunta na cidade agora é para saber: caso seja identificada alguma irregularidade, Assis irá encaminhar a denuncia ao Ministério Público, contra ele mesmo?

Marrapá