quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sinproesemma discute pauta da campanha salarial com o Governo do Estado

Sinproesemma - Diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) reuniram, na tarde desta quarta-feira (1º), com representantes do Governo do Estado, no Palácio dos Leões, para discutir a pauta da campanha salarial dos educadores, de 2017, que foi entregue, pela manhã, à Secretaria de Estado de Educação (Seduc).


Participaram da reunião com os dirigentes do Sinproesemma o secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, e o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão.

O debate da reunião, que durou cerca de quatro horas, foi em torno do reajuste salarial do magistério. Na pauta apresentada pelo sindicato, aprovada pelas regionais, a cobrança é de 19,87%, referente ao reajuste de 2016, que não foi pago, e o reajuste deste ano, de 7,64%. Segundo os secretários de Estado, a proposta do governo é de conceder o reajuste salarial de 8%, sendo 4% em fevereiro e mais 4% no mês de maio.


A reunião encerrou sem consenso com relação ao reajuste. A posição do Sinproesemma é cobrar do Governo do Estado o cumprimento de todos itens da campanha salarial.

“O reajuste salarial que consta da nossa campanha salarial 2017 é o percentual de 19,87%, item da pauta aprovada nas dezoito assembleias regionais que realizamos de 25 a 31 de janeiro, portanto, nós da diretoria, vamos discutir essa proposta com os demais membros da direção e vamos analisar, coletivamente, de forma minuciosa, o que representa, em termos de números, essa proposta, para que a categoria não fique no prejuízo”, pontuou a presidente do Sinproesemma, Benedita Costa.