quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

ANDRÉ REGISTRA CANDIDATURA COM APOIO DO PT E DA REDE

Wilson Dias/Agência Brasil

Único nome de oposição ao governo Michel Temer (PMDB), André Figueiredo (PDT-CE) registrou sua candidatura à presidência da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (1) e recebeu o apoio da REDE para a disputa. “Para nós tem um simbolismo muito forte. PDT, PT e REDE são alternativas para o Brasil que se consolidam também como uma alternativa no Parlamento brasileiro para resgatar a altivez e o protagonismo do Poder Legislativo na definição de sua própria pauta”, afirmou o deputado. A eleição na Casa ocorre nesta quinta-feira (2)
 
Ceará 247 - O deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), que disputa amanhã (2) a presidência da Câmara dos Deputados, fez o registro de sua candidatura nesta quarta-feira (1). O pedetista, que já havia fechado com a bancada do PT, recebeu também o apoio da REDE. “Para nós tem um simbolismo muito forte. PDT, PT e REDE são alternativas para o Brasil que se consolidam também como uma alternativa no Parlamento brasileiro para resgatar a altivez e o protagonismo do Poder Legislativo na definição de sua própria pauta”, afirmou André.

Líder do recém-criado partido, Alessandro Molon (REDE-RJ), afirmou que a sigla irá apoiar “aquele que tem reais condições de ir ao segundo turno e sempre manteve uma atuação coerente a favor do povo brasileiro. Sabemos que será um parceiro nosso para barrar os ataques que estão por vir contra os trabalhadores”.

Molon; Aliel Machado (REDE-PR); o líder do PT, Carlos Zarattini (PT-SP); Patrus Ananias (PT-MG); o líder do PDT, Weverton Rocha (PDT-MA); e os companheiros de bancada Leônidas Cristino (PDT-CE) e Afonso Motta (PDT-RS) acompanharam o registro da candidatura de André demonstrando a união que era desejo da militância dos partidos que tem se manifestado dessa forma nas ruas e nas redes sociais.