terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

João Alberto quer o fim de Roseana

roseana_joao-alberto
Não passa de interesse próprio o desejo do senador João Alberto em ter Roseana Sarney como candidata a governadora no próximo ano. É que Roseana disputando uma das vagas ao Senado, Alberto teria chance zero de se reeleger, pois uma das vagas de senador seria, seguramente, de Roseana (nome mais conhecido e que mais agrega do lado do clã) e a outra do grupo do governador Flávio Dino (Zé Reinaldo ou Weverton Rocha), haja vista que a eleição para a Câmara Alta vence quem tem apoio político.

Ou seja, o senador João Alberto sobraria nessa história.

Em entrevista à coluna Estado Maior do jornal O Estado do Maranhão, Alberto afirmou que a filha de José Sarney é “o nome com mais força para barrar Flávio Dino em 2018”. Isso na opinião dele, que quer, de todas as formas, tirar Roseana do páreo, mesmo que para isso ela seja derrotada ao governo.

Além de ter feito um governo desastroso, Roseana tem como fator negativo um processo que pode mandá-la para a prisão. Ou no mínimo impedi-la de disputar qualquer cargo em 2018.

Roseana Sarney é acusada pelo Ministério Público e pela Justiça de ter cometido 4 graves crimes pelos quais pode ser condenada a pelo menos 6 anos de prisão. Há uma ação ingressada pelo Ministério Público do Maranhão de improbidade por um suposto rombo de R$ 1 bilhão nos cofres estaduais no esquema de fraudes em isenções fiscais quando Roseana era governadora.

Sem a máquina do governo na mão e os problemas que enfrenta na Justiça, Roseana só enfrentará Dino no próximo ano se tiver certeza que pode vencê-lo. E, até o momento, isto está longe de acontecer, pois ao comparar as duas gestões, a população prefere continuar com o comunista a retroceder à insegurança e os indicadores sociais de miséria e atraso que marcaram os governos de Roseana.

Roseana Sarney deixou 2 milhões de maranhenses abaixo da linha de miséria, altas taxas de analfabetismo, mortalidade infantil e as três piores cidades em renda per capita. Seu governo foi marcado por caos na segurança com cabeças degoladas em Pedrinhas, estagnação e subdesenvolvimento.

Até o governo de Roseana Sarney, 64% da população passava fome, 19% era analfabetos, a mortalidade infantil afetava 39 bebês em cada 1000 nascimentos e apenas 7,8% dos domicílio tinha computador. O Maranhão tinha a segunda maior taxa de analfabetismo de jovens e adultos, com 20,8% da população de 15 anos ou mais sem saber ler e escrever e altas taxas de mortalidade infantil. Éramos o pior estado da federação.

Por isso é que, de uma hora para outra, será impossível esquecer que o estado, nas gestões da filha do ex-senador José Sarney, viveu seus piores momentos, foram dias de fome, insegurança, desemprego, ciclo de mazelas aterrorizante em que o povo não sente nenhuma saudade.

Blog do John Cutrim

Formosa da Serra Negra: curta as fotos do carnaval 2017


Fotos: EliakinXAngra

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Integrante da Força Estadual de Saúde morre em acidente

Ronaldo Pires Kaltner não resistiu a uma batida frontal


Ronaldo Pires Kaltner não resistiu ao grave acidente sofrido.

Jornal Pequeno - Um acidente automobilístico neste domingo de carnaval provocou a morte do terapeuta ocupacional Ronaldo Pires Kaltner, de 28 anos, integrante da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) e lotado no município de Itaipava do Grajaú.

Natural de Guarulhos (SP), Ronaldo não resistiu a uma colisão frontal, por volta das 9h, entre uma Toyota Etios, na qual viajava, e um Fiat Strada, na BR-020, próximo ao posto Oeste, entre os municípios de Roda Velha e Rosário, a cerca de 130 quilômetros de Luís Eduardo Magalhães (BA).

Ronaldo viajava com a esposa e filhos (quatro pessoas na Toyota). Os demais ocupantes foram socorridos pelo SAMU.

No veículo Fiat Strada havia duas pessoas, que também foram socorridas e levadas para o hospital em ambulância do SAMU. O acidente deixou cinco feridos, no total.

Isaque P. Cardoso, de 26 anos, passageiro do Fiat Strada, ficou preso nas ferragens. Ele foi socorrido pela ambulância de Roda Velha e em seguida foi transferido para UPA de Luis Eduardo Magalhães. O motorista do Strada após receber atendimento médico evadiu-se do local.

Duas ambulâncias do Samu foram ao local e socorreram as vítimas para UPA de Luis Eduardo Magalhães. Um jovem de 13 anos, ocupante do veículo Etios, ficou gravemente ferido e foi transferido para o HO, em Barreiras (BA). A Polícia Militar de Roda Velha deu suporte aos socorristas e controlou o trânsito que ficou lento.

A PRF esteve no local registrou o acidente e liberou os veículos para serem levados pelo Bel Guincho. O rabecão removou o corpo da vítima fatal para o IML de Barreiras.

Nota de pesar – Em nota, o Governo do Estado lamentou o acidente: “Rogamos a Deus que o receba e que console seus familiares e amigos. Todos os profissionais da Fesma estão profundamente abalados pela partida tão breve de um de seus queridos integrantes.

O governador Flávio Dino solidariza-se aos demais profissionais nesse momento de tristeza”, diz a nota.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

MP DENUNCIA PRESIDENTE DA CÂMARA DE IMPERATRIZ


O presidente da Câmara de Imperatriz, José Carlos Soares Barros, é alvo do Ministério Público devido à prorrogação indevida de licitação e suspeita de desvio de dinheiro público por meio de contratos de serviços de publicidade e de Buffet; além do presidente, foram denunciados a empresa Canal Comunicações LTDA e seu dono, Chafi Braide Júnior; a investigação demonstrou que o presidente da Câmara, em 2015, realizou processo de licitação que resultou na contratação da empresa Canal Comunicações pelo valor de R$ 640 mil

Blog Marrapá - O presidente da Câmara de Imperatriz, José Carlos Soares Barros, é alvo do Ministério Público devido à prorrogação indevida de licitação e suspeita de desvio de dinheiro público por meio de contratos de serviços de publicidade e de Buffet. Além do presidente, foram denunciados a empresa Canal Comunicações LTDA e seu dono, Chafi Braide Júnior.

A investigação demonstrou que o presidente da Câmara, em 2015, realizou processo de licitação que resultou na contratação da empresa Canal Comunicações pelo valor de R$ 640 mil. Após um ano, José Carlos Barros renovou o contrato com a empresa por mais um ano sem realizar novo processo licitatório.

O Ministério Público pede que os acusados sejam penalizados de acordo com as sanções listadas no artigo II da Lei de Probidade Administrativa, que prevê perda de função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, ressarcimento integral do dano de forma solidária pelos acusados, pagamento de multa correspondente a duas vezes o valor do dano e proibição de contratarem com o poder público ou receberem benefícios fiscais direta ou indiretamente pelo prazo de cinco anos.

MA E PI ESTREITAM LAÇOS SOBRE ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Divulgação/SAF

Durante reunião com os 19 Gestores Regionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- AGERP, o secretário de Desenvolvimento Rural do estado do Piauí, Francisco Lima, dialogou e dividiu experiência sobre assistência técnica e extensão rural do estado vizinho; os encontros integram a programação de alinhamento com os gestores, que tem por objetivo discutir os pontos positivos e negativos do trabalho desenvolvido pelos profissionais nas regionais em todos os 217 municípios do estado, promovendo a sistematização das atividades que serão realizadas pela Agerp em 2017

Durante reunião de nivelamento das ações de assistência técnica realizado pelo Sistema SAF (AGERP, ITERMA, SAF), nesta última semana, com os 19 Gestores Regionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- AGERP, o secretário de Desenvolvimento Rural do estado do Piauí, Francisco Limma, dialogou e dividiu experiência sobre assistência técnica e extensão rural do estado vizinho. Os encontros integram a programação de alinhamento com os gestores, que tem por objetivo manter o contínuo diálogo com a equipe, realizar um balanço das ações de 2016 e discutir os pontos positivos e negativos do trabalho desenvolvido pelos profissionais nas regionais em todos os 217 municípios do Estado, promovendo a sistematização das atividades que serão realizadas pela Agerp em 2017.

Para o secretário do Piauí, Francisco Limma, a troca de experiências e a integração é importante porque o Estado do Maranhão e do Piauí tem realidades muito parecidas e para vencer os desafios o diálogo e a troca de experiências é fundamental. Para o secretário Limma o foco da assistência técnica é o ser humano. “Eu acredito que nosso papel é motivar as pessoas, para que elas possam acreditar nelas mesmo, sabendo que são capazes de se desenvolverem. Essa é a essência da assistência técnica, da extensão, do desenvolvimento rural como um todo”, concluiu.

Segundo o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, o Órgão é responsável pela disseminação da assistência técnica, extensão rural e da pesquisa para os agricultores familiares em todo o Maranhão, promovidas por meio dos 19 escritórios regionais, localizados nos municípios de Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Codó, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís, Timon, Viana e Zé Doca.

Durante o encontro o secretário Adelmo Soares apresentou o Plano Mais IDH e as ações do Sistema SAF nos 30 municípios que envolve, assistência técnica, fomento, comercialização, educação no campo e regularização fundiária. Segundo o secretário, o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – ITERMA, órgão vinculado a SAF, vem trabalhando fortemente para proporcionar a regularização das terras dessas famílias garantindo seguridade jurídica e garantia de produção de alimentos por meio do cultivo da terra.
Durante o encontro, os gestores de nove Regionais (Açailândia, Balsas, Caxias, Bacabal, Pedreiras, São Luís, Imperatriz, Pinheiro e Timon) receberam GPS para emissão doCadastro Ambiental Rural -CAR. Estes equipamentos também auxiliarão nas atividades em 05 municípios do Mais IDH – Afonso Cunha, São Roberto, Lagoa Grande, Pedro do Rosário e Aldeias Altas.

“A emissão de CAR é uma prioridade na nossa gestão porque, por exemplo, para que uma associação ou cooperativa quilombola ou de pequenos agricultores possa ter a Licença Ambiental Rural (LAR), que normatiza e normaliza as atividades rurais em sua área de produção, é preciso estar cadastrado e inscrito no CAR. Sem CAR e sem LAR, muitas das estratégias de sobrevivência de comunidades e pequenos produtores, inclusive via políticas públicas, ficam inviabilizadas”, informou o secretário da SAF, Adelmo Soares.

Criado pela Lei 12.651/12, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais, formando base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Para beneficiar os agricultores familiares e comunidades tradicionais com acesso ao crédito, o Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar (SAF, Agerp,Iterma), tem realizado uma força tarefa para capacitar técnicos para efetuar o CAR nestes segmento social.

Fonte: Ascom/Governo do Maranhão

Suíça bloqueia contas ligadas ao senador Lobão

Geraldo Magela/Agência Senado 
Autoridades da Suíça bloquearam preventivamente contas ligadas ao senador Edison Lobão, e o Ministério Público do país europeu agora investiga se elas teriam sido usadas para receber propina; foi o próprio banco suíço que, após o nome de Lobão aparecer entre os citados na Lava Jato, optou por comunicar as autoridades do país europeu; as contas, no entanto, não estão em nome do senador, mas de pessoas e empresas ligadas a ele; chamou a atenção dos investigadores é que parte das transferências ocorreu sem qualquer tipo de justificativa, o que acendeu sinais de alerta entre os serviços de monitoramento; líder da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), foi Lobão quem presidiu a sabatina de Alexandre de Moraes 

 Autoridades da Suíça bloquearam preventivamente contas ligadas ao senador Edison Lobão, e o Ministério Público do país europeu agora investiga se elas teriam sido usadas para receber propina; foi o próprio banco suíço que, após o nome de Lobão aparecer entre os citados na Lava Jato, optou por comunicar as autoridades do país europeu; as contas, no entanto, não estão em nome do senador, mas de pessoas e empresas ligadas a ele;  chamou a atenção dos investigadores é que parte das transferências ocorreu sem qualquer tipo de justificativa, o que acendeu sinais de alerta entre os serviços de monitoramento; líder da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), foi Lobão quem presidiu a sabatina de Alexandre de Moraes.  

As informações são de reportagem de Jamil Chade na Folha de S.Paulo
"Lobão é alvo de inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) relacionados à Operação Lava Jato; ele foi citado em delações premiadas como um dos beneficiários do esquema de desvio de dinheiro na Petrobrás ao lado de outros nomes do PMDB. Em outro inquérito, é investigado por irregularidades nas obras das usinas de Angra 3 e Belo Monte.

Controladores das contas procuraram a Jutiça da Suíça para tentar impedir o compartilhamento de informações sobre a movimentação bancária com autoridades brasileiras, impedindo que os dados possam ser usados em processos no Brasil. Por duas vezes, no entanto, os tribunais suíços rejeitaram os recursos apresentados.

Numa das decisões, os advogados alegaram que não existem provas de que o dinheiro tenha origem suspeita e que a medida é desproporcional. Os juízes, porém, rejeitaram o argumento.

Mesmo após a recusa, os documentos e extratos não foram repassados ao Brasil porque o processo ainda está em andamento na Suíça. O Ministério Público da Suíça optou por manter bloqueadas as contas até que seja esclarecida a origem."

FAMEM orienta municípios sobre novo sistema do Banco do Brasil de contas públicas

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), reuniu-se nesta quarta-feira com representantes do Banco do Brasil.

Na ocasião, foi discutido o Termo de Ajustamento de Conduta que trata das mudanças na forma de custódia e principalmente na movimentação dos recursos públicos federais, regulados pelos Decretos números 6.170/2007 e 7.507/2011.

O TAC firmado entre o Ministério Público Federal e o Banco do Brasil entrou em vigor no início deste ano e se refere as mudanças na forma da guarda e movimentação de recursos públicos da União repassados a Estados e Municípios.

A proposta tem abrangência nacional e prevê a implementação de medidas que permitem o rastreio de qualquer movimentação de valores, através de sistema informatizado para controle da movimentação; além de impedir a transferência de verbas para outras contas do ente público sem a devida identificação ou a necessidade do repasse.

Os representantes da instituição bancária alertaram sobre a vedação de saques superior a R$ 800,00 (oitocentos reais) e transferências de recursos para qualquer outra conta corrente de titularidade dos Municípios.

“Na prática, somente poderão ser feitas pagamentos/transferências para os fornecedores e ou funcionários, pessoas físicas e jurídicas, devidamente identificado por seu CNPJ ou CPF, não sendo mais permitido movimentação dos recursos para conta movimento do Município”, explicou Gilvan Sampaio, gerente de negócios da superintendência do BB no Maranhão.

São exceções, de acordo com ele, as seguintes situações: conta repasse do FUNDEB, permissão para transferir para outra conta do Município para pagamento da remuneração dos profissionais do magistério, indicada a finalidade “folha de pagamento; conta de repasses federais: permissão de transferência para conta tributo do Município, os valores referente as retenções de impostos; conta de repasses do Fundo Nacional de Saúde: permissão de transferência de recursos do Estado para os Municípios que não possuem gestão plena da saúde.

Marcelo Silva, gerente geral das agências banco no estado, informou que o sistema já foi criado e já está implantado. “Apenas nos adequamos ao TAC, foi feito um acordo judicial, e o que foi preciso fazer, foi feito,” disse.

Para Cleomar Tema, o momento agora é de informar os gestores sobre o novo modelo vigente. “Nós iremos passar todas as informações necessárias aos gestores, são pontos importantes, e pra isso é necessário transparência municipal”.

Para obter informações detalhadas sobre o tema basta o gestor manter contato com a assessoria jurídica da entidade, cujos contatos são: (98) 21095400 2109-5417.


Ascom/FAMEM

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Pagamento do IPVA com desconto encerra nesta sexta


O Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) já pode ser pago nas agências do banco Bradesco, mediante a apresentação do Documento de Arrecadação (DARE), impresso a partir dos sites da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA).

O contribuinte que optar pelo pagamento do imposto em cota única, até esta sexta-feira (24), tem 10% de desconto. Para quem perdeu o prazo de pagamento da primeira cota do IPVA/2017, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) informa que a quitação ainda pode ser efetuada, porém, com os acréscimos legais. A medida, também, vale para a segunda e terceira cota. Além o IPVA, o Bradesco está habilitado para receber todas as taxas e multas de trânsito, com exceção das multas do RENAINF (multas originárias em outros estados).

Créditos do Nota Legal

Até esta sexta-feira (24), os usuários do programa Nota Legal podem solicitar o abatimento de até 50% do IPVA com os créditos acumulados. A emissão do DARE para pagamento do IPVA somente poderá ser gerado 48 horas após a data de solicitação no sistema do Programa.

Para utilizar o crédito, o consumidor deverá acessar o site do Programa Nota Legal, no endereço www.notalegal.sefaz.ma.gov.br, e selecionar a opção ‘Acessar Sistema’ e, em seguida, informar o CPF e a senha de acesso. Depois deve clicar na guia ‘Utilizar créditos’, ‘Crédito de Notas’, ‘Abatimento IPVA’ e selecionar o Renavam cadastrado e informar o valor a ser abatido. Ao clicar em ‘Confirmar’, o consumidor não poderá cancelar a operação. A emissão do DARE para pagamento do IPVA somente poderá ser feita após 48 horas da data de solicitação no sistema.

Blog do John Cutrim

FAMEM volta a ter visibilidade política com o Prefeito Tema

A Federação dos Municípios do Maranhão - FAMEM com a eleição do Prefeito  de Tuntum, Dr. Tema,  no dia 16(dezesseis)  de Janeiro voltou a ter visibilidade e importância política como instituição municipalista que representa os prefeitos maranhenses no contexto estadual e nacional.

Nos  trinta dias iniciais de administração do Dr. Tema a frente da FAMEM o que se viu foi uma mobilização dos gestores municipais maranhenses capitaneada pelo Prefeito de Tuntum na defesa intransigente das demandas da cidades do Estado junto ao Governo Estadual e Federal na busca da consolidação de projetos, recursos e parcerias em torno de políticas públicas como educação, saúde, segurança e infraestrutura.

Político de trânsito fácil junto ao poder executivo, legislativo e judiciário, Dr. Tema mais uma vez a frente da FAMEM conseguiu, nestes 30(trinta) dias, transformar a entidade que congrega os prefeitos maranhenses  numa instituição de suma importância para as administrações municipais novamente através de uma movimentação intensa que a entidade não teve nos últimos anos.

Líder político nato

A capacidade de gerenciar demandas  políticas e administrativas da gestão municipal  maranhenses tem transformado   Dr. Tema, nestes últimos 30(trinta) dias novamente, em um líder com várias extensões  eleitorais no cenário estadual por conta de um perfil articulador e  de concepção moderada a serviço do municipalismo do Maranhão.

Líder político nato,  Dr. Tema, nos últimos dias, volta a ter uma larga visibilidade no contexto estadual pela condução dos pleitos dos gestores maranhenses e pela penetração fácil nos diversos segmentos ideológicos do Maranhão.

Nome forte na política do Maranhão para 2018 

A administração propositiva que Dr. Tema vem implementando a frente da FAMEM, nos últimos 30(trinta) dias,  consolida a importância eleitoral que o gestor municipal de Tuntum vem ganhando no cenário estadual mais uma vez,   qualificando-o definitivamente para projetos de grande ponta no jogo político maranhense. 

Liderando prefeitos com colégios eleitorais significativos no Maranhão, Dr. Tema vem se transformando no político com maior influência para 2018 no Maranhão a ponto de pleitear  uma participação eleitoral mais efetiva no que for posto no próximo ano. 

Bate Tuntum

WEVERTON ROCHA: “ESTOU EM PROJETO DE RENOVAÇÃO POLÍTICA DO MARANHÃO”

Wilson Dias/Agência Brasil
Deputado federal Weverton Rocha (PDT), como pré-candidato ao Senado em 2018, tem plena consciência e sabedoria de que todos os passos serão dados por meio de um projeto político em conjunto; “Sempre digo que uma candidatura majoritária não nasce de si mesma, é um projeto coletivo. Estou nesse projeto de renovação política do Maranhão, junto com jovens lideranças, como o governador Flavio Dino”, afirmou com exatidão durante o encontro de prefeitos e lideranças políticas, em Codó

Blog do Jorge Vieira - O deputado federal Weverton Rocha (PDT), como pré-candidato ao Senado em 2018, tem plena consciência e sabedoria de que todos os passos serão dados por meio de um projeto político em conjunto.

E todos unidos em prol de mais melhorias para o Maranhão em todas as instâncias: municipal, estadual e federal. “Sempre digo que uma candidatura majoritária não nasce de si mesma, é um projeto coletivo. Estou nesse projeto de renovação política do Maranhão, junto com jovens lideranças, como o governador Flavio Dino”, afirmou com exatidão durante o encontro de prefeitos e lideranças políticas, em Codó, no último domingo.

E é assim que se faz, ouvindo as lideranças políticas também de outros partidos e de todos os municípios para se construir um plano cada vez mais bem elaborado para o estado.

“Com a experiência dos que já estão na política e a vontade de fazer dos mais novos vamos fazer um pacto de diálogo é solução dos problemas do Maranhão”. Com estas palavras, Weverton mostra não somente sua força política, mas também experiência para mais um patamar no legislativo brasileiro.

O "design" de Formosa da Serra Negra


FLÁVIO DINO CONFIRMA MUDANÇAS NO SECRETARIADO


Pastor Porto e Pedro Lucas Fernandes
Pastor Porto foi o escolhido para comandar a recém-criada Secretaria de Relações Institucionais do Governo do Estado; o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) assume o comando da Agência Metropolitana, responsável pela integração entre os municípios da grande São Luís

Blog Marrapá - O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou no inicio da tarde desta quarta(22), através do Twitter, os nomes do vereador Pedro Lucas Fernandes e do ex-vice-governador, Pastor Porto, que agora fazem parte da equipe de Governo. A dupla vai assumir duas novas pastas criadas recentemente.

Pastor Porto foi o escolhido para comandar a recém-criada Secretaria de Relações Institucionais do Governo do Estado.

O vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) assume o comando da Agência Metropolitana, responsável pela integração entre os municípios da grande São Luís.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Lula vem aí e tudo será feito para impedir sua eleição

Ricardo Stuckert

Por Tereza Cruvinel/247

Em 2015 a campanha para criminalizar e desconstruir Lula tomou forma e ele anteviu as perseguições, injúrias e violências que sofreria. “Serão três anos de pancadaria, mas eu vou sobreviver”, garantiu ao discursar na reunião do Diretório Nacional do PT no dia 29 de outubro daquele ano. “Se tem uma coisa que aprendi foi enfrentar a adversidades. Podem ficar certos: eu vou sobreviver. E eles, terão lá adiante a credibilidade que hoje imaginam ter?”. Profético. Lula foi acusado de ocultar um sítio e um apartamento que não possui, de disfarçar propinas da OAS com o pagamento da armazenagem de seu acervo presidencial, tornou-se três vezes réu, foi impedido de tomar posse como ministro de Dilma e enfrenta uma implacável perseguição de Sérgio Moro, qualificada por sua defesa como "lawfare", técnica de perseguição jurídica ao inimigo político, com manipulação do sistema legal para obter sua desmoralização. Por fim, Lula perdeu Marisa, que sucumbiu a um aneurisma no auge da tensão com os processos que ameaçavam Lula, ela e os filhos. Agora ele ressurge liderando as pesquisas para 2018 e seus adversários serão contas no rosário de delações da Odebrecht. Sendo candidato, dificilmente Lula deixará de ser eleito. Desta vez, o que eles farão para impedir que ele volte a governar o país?

O que mais contribui para o crescimento de Lula é o fracasso do programa do golpe, que feriu a democracia, aniquilou a economia, ampliou o desemprego e ameaça os direitos sociais e trabalhistas. Neste sentido, quando mais tempo Temer governar, melhor para Lula, mas pior para o país. Parece haver também, no crescimento de Lula, um fator intangível, que habita a esfera dos sentimentos, dificilmente aferível por pesquisas e sondagens. Algo assim como a compreensão, por uma parte de seus antigos apoiadores, de que lhe negaram apoio em momentos que ele precisou. Por exemplo, quando ele sofreu a condução coercitiva, quando foi impedido de se tornar ministro ou quando Lula, o PT e os movimentos sociais tentaram realizar grandes protestos contra o impeachment, bradando o “não vai ter golpe”. As manifestações foram grandes mas não suplantaram as da direita, houve o golpe por um Congresso que dizia atender ao clamor popular. Algum arrependimento existe, e guarda algum parentesco com o despertar raivoso da população ao saber que Getúlio se matara. Ele enfrentava uma longa perseguição dos adversários e da mídia conservadora mas não contara com um só grande ato de apoio. Ao saber de sua morte, a multidão tomou as ruas e empastelou os jornais que atacavam Getúlio.

Na morte de Marisa, sim, Lula recebeu muito carinho e apoio, tanto presencial como pelas redes sociais. A morte dela coincide com as evidências de que a Lava Jato não conseguiu provas contra Lula e de que existe óbvia perseguição. Além do mais, o golpe fez água, resultou em desastre econômico e numa enchente de corrupção. Deste reencontro de uma parcela da população com Lula, por razões racionais e também, vamos dizer, emocionais, vieram os 30,5% de preferência que ele obteve na pesquisa MDA-CNT. Um índice muito aquém dos quase 90% de aprovação com que ele deixou o governo em 2010, mas que vai crescer, quando mais Temer governar. Possivelmente Bolsonaro também vai crescer, e tenhamos uma disputa clássica entre esquerda e direita em 2018. Os candidatos alinhados com o governo é que dificilmente crescerão. Para isso, precisariam de um milagre na economia e de que a população batesse palmas para reformas que irão castigá-la, como a previdenciária e a trabalhista.

Mal Lula despontou na liderança da primeira pesquisa, vieram as críticas e as armações. Um delegado o acusa de obstrução à Justiça porque foi nomeado ministro embora tenha sido impedido de tomar posse. Lula é acusado de ser o que não foi, de fazer o que não poderia ter feito, obstruir a justiça valendo-se do cargo, e desfrutando do foro privilegiado que lhe foi tirado depois do golpe, na medida em que deixou de ser investigado ao lado de Dilma, que deixou de ser presidente. Muito inepta esta acusação que não resistirá a qualquer exame jurídico mais sério. Mas os três anos de pancadaria previstos por Lula ainda não acabaram e armas mais pesadas ainda serão usadas. O que farão desta vez para evitar Lula presidente?

A hipótese mais banal é a de torná-lo inelegível por uma condenação em segunda instância antes de junho/julho de 2018, quando as candidaturas deverão ser registradas. O tempo é curto para isso e as provas continuam em falta. Se Moro já o tivesse condenado na primeira instância, estaria tudo mais fácil. Mas agora, com Lula na liderança das pesquisas, a ideia de que Moro o condenou para evitar sua candidatura, a serviço dos concorrentes de outros partidos, vai se fortalecer. Não é uma ideia lisonjeira para a biografia de um juiz que já assegurou lugar na História com a Lava Jato e a prisão de figurões da elite que, de outro modo, jamais teriam dormido uma noite numa cela.

A outra hipótese é a de um golpe mais radical, que mergulhe de fato o país na ditadura e cancele as eleições diretas do ano que vem. Quem o perpetraria? Os militares, cujo comandante enxerga no Brasil de Temer um país à deriva? Não considero esta hipótese plausível, apesar dos apelos da extrema direita por uma intervenção militar. Mas se houver um golpe armado, é mais fácil que ele seja para entronizar os militares, como em 1964, do que para garantir a continuidade de Temer. Ou uma eleição indireta. Lacerda e Magalhães Pinto apoiaram o golpe e acabaram por ele cassados. Porque iriam os militares se desgastar com um golpe em favor de uma elite carcomida e afundada em corrupção? 

Mas, se Lula tornar-se de fato candidato, preservadas as regras democráticas, a campanha será uma guerra e todas as armas serão permitidas. Como em 1989, quando Lula perdeu no segundo turno após ataques baixos de Collor (que pagou sua ex-namorada Miriam Cordeiro para acusa-lo de tentar força-la a abortar a filha Luriam) e a manipulação do debate final pela TV Globo. A batalha será sangrenta. Se Lula for eleito, o país ainda estará dividido mas, se ele conseguir restaurar a democracia, o crescimento e o desenvolvimento, como fez em seu governo, acabará conseguindo a reunificação.

“Alguém terá que ser capaz de reunificar o país”, disse Temer pregando o impeachment no ano passado e defendendo a própria posse no lugar de Dilma. O que ele não sabia, com seu limitado currículo democrático, é que a reunificação em horas de crise e cisão só pode ser propiciada por um governante legítimo, e além do mais, exitoso. O dele não dispõe nem de um nem do outro atributo.

Preso homem que conheceu mulher em bar e depois a estuprou, estrangulou e matou em Imperatriz

Vítima e assassino
No dia 19(domingo), na madrugada, o conduzido MARCOS DA SILVA BRITO de 25 anos depois de conhecer a vítima ANTÔNIA CLAUDIA FERREIRA DIAS no bar da Sandra Marley, saiu até o açaí bar onde, logo após, deslocaram até o local do crime.

O mesmo relatou que teve relações sexuais com a vítima tento a mesma posteriormente tentado ficar com o celular do acusado, momento em que este aplicou um mata-leão na vítima deixando-a morta no local e logo após se evadiu, sendo capturado no momento em que iria fugir da cidade. Eles estavam sob efeito de drogas.

Antonia Claudia Ferreira Dias de 32 anos foi encontrada em estado de putrefação em um terreno baldio na rua três do bairro Imigrantes região da periferia da cidade.

A guarnição da PM prendeu Marcos quando ele tentava fugir com uma mala, duas furadeiras e a quantia de R$ 332 reais.

A vítima deixou quatro filhos pequenos.

Blog do Luís Cardoso

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Polícia apreende adolescente que estuprou Capitã do Corpo de Bombeiros

A apreensão ocorreu na tarde dessa terça-feira (21), em uma ação conjunta de instituições da Polícia Civil.

Policiais da Delegacia Especial da Mulher (DEM) e Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC).

O adolescente teria 14 anos de idade. Após a apreensão o menor foi encaminhado ao Centro de Juventude Canaã no bairro do Vinhais.

(Do Blog do Eduardo Ericeira)

Tema já tem seu segundo candidato ao Senado: Weverton Rocha

Djalma Rodrigues - No dia 16 de janeiro, tão logo foi anunciada sua vitória para a presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, indagado por um jornalista sobre seus candidatos ao Senado, revelou que era o deputado federal Zé Reinaldo e mais um.

Hoje, Tema anunciou que o seu segundo candidato é o deputado federal Weverton Rocha (PDT). E justificou:

-É do grupo do governador Flávio Dino. Sou um homem de grupo, homem de compromisso e de palavra. Vou votar com o deputado Zé Reinaldo, meu companheiro de longas jornadas e agora decidi pelo apoio ao deputado Weverton Rocha -, destacou.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

ROCHA TENTA EMPLACAR WALDIR MARANHÃO CONTRA ZÉ REINALDO


Blog Marrapá - O senador Roberto Rocha (PSB) está por traz da suposta candidatura do deputado federal Waldir Maranhão (PP) a uma das vagas do Maranhão abertas no Senado a partir de 2018. Embora se trate da atração de mais uma legenda para a aventura de “asa de avião” se candidatar ao governo, conforme intensão manifestada, há indícios da pretensão de deixar o deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB) de fora da corrida ao Senado. Zé Reinaldo também declarou ter intenção de concorrer a uma das vagas.

Desconfortável na legenda, RR busca outras alternativas no leque partidário. O PSB está na base de apoio de Flávio Dino (PCdoB) de onde não deve se deslocar nas eleições de 2018. Na direção nacional, candidatura própria à Presidência até o momento está fora de cogitação. Isso determina a permanência da aliança do PSB com o PCdoB.

Com grande ascensão sobre o presidente estadual do PSB, prefeito Luciano Leitoa, Zé Reinaldo sabe que RR tenta abrir uma porta de saída para o ex-governador. Recorre para isso à direção nacional que parece dar poucos ouvidos aos delírios do senador. O ex-governador tem dito que está firme e forte com Flávio.

1º Enduro da Fumaça no Povoado Limpeza em Formosa da Serra Negra foi sucesso total

O 1º Enduro da Fumaça realizado nos dias 18(sábado) e 19(domingo), no Povoado Limpeza na cidade de Formosa da Serra Negra,  segundo os seus organizadores,  foi sucesso total com a participação de mais de 60(sessenta) motociclistas desafiando a lama e estradas vicinais cheias de adrenalina da região.
No sábado(18) houve no Povoado Limpeza um show manobras comandado pela "Ekip Botowisk" de Formosa da Serra Negra, esquentando os motores das motos que participaram do enduro no domingo(19) para a alegria dos participantes e da platéia presente na saída e chegada deste evento de moto resistência.
O 1º Enduro da Fumaça teve a  participação de motociclistas de Formosa da Serra Negra, Povoado Limpeza, Soara,  Varjota, Paciência e da cidade de São Pedro dos Crentes.
Diante do sucesso total do 1º Enduro da Fumaça a coordenação do evento já pensa em programar novos enduros em Formosa da Serra Negra ao tempo que agradece a participação de todos nas atividades de sábado(18) e domingo(19).

Xexéo: se ministro da educação fala errado, imagine o resto do gabinete do Temer

LULA MARQUES

Se o ministro da Educação diz em entrevista que “houveram” mudanças no currículo escolar, "imagina o resto do gabinete do Temer", ironiza o colunista Artur Xexéo sobre o erro crasso de português cometido por Mendonça Filho

O erro crasso de português do ministro da Educação, Mendonça Filho - que em entrevista à GloboNews para defender a reforma do Ensino Médio afirmou que "houveram mudanças" - levou o colunista Artur Xexéo a questionar o gabarito dos restantes membros da administração de Michel Temer.

"Aí a gente liga a televisão e vê o ministro da Educação, Mendonça Filho, dando uma entrevista na GloboNews. Ele explica que “houveram” mudanças no currículo escolar. Se o ministro da Educação fala assim, imagina o resto do gabinete do Temer", afirmou em sua coluna em O Globo.

247

domingo, 19 de fevereiro de 2017

A jararaca está viva e engordou

Lula participa do 29º encontro Estadual do MST na Bahia, no parque de exposições agropecuraria de Salvador, que teve abertura nesta quarta feira 11 e segue ate sabado 14, onde se comemora 30 anos do movimento. Na abertura entre outros esteve o lider do MST João Paulo Stédile, o presidente do PT da Bahia, Rui Falcão, o ex presidente da Petrobras, Sergio Gabriele, politicos do PT e militantes de entidades. *** PARCEIRO FOLHAPRESS - FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS ***

Por Elio Gaspari/Folha de São Paulo

O primeiro aviso veio em dezembro, com uma pesquisa do Datafolha. Lula tinha 25% das preferências dos eleitores para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018. À época havia um consolo, num segundo turno, ele perdia para Marina Silva. Agora saiu a pesquisa da CNT/MDA. Lula cresceu em todas as simulações e ganha com folga de todos os candidatos, em todos os turnos. Salvo Jair Bolsonaro, todos seus adversários caíram. Com 6,5% na resposta espontânea, Bolsonaro tem mais preferências que Aécio Neves, Marina, Michel Temer, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes somados. E Lula, com 16,6%, janta todos, inclusive o paleozoico Bolsonaro.

Na resposta espontânea, mais da metade dos entrevistados declarara-se indecisa, o que reduz o peso dessas percentagens. Na pesquisa induzida, quando o entrevistado deve escolher um nome numa lista de seis, Lula repetiu o desempenho. Foi de 24,8% para 30,5%. Todos os outros mandarins caíram, salvo Bolsonaro, que saltou de 6,5% para 11,3%.

Não se pode ir longe nas projeções de uma pesquisa realizada a mais de um ano de distância das eleições, mas alguns resultados da CNT/MDA são fotografias do presente. Apesar da exposição que seus cargos lhes dá, Michel Temer, Aécio Neves e Geraldo Alckmin estão derretendo. Derrubaram-se também Ciro Gomes com seu estilo tonitruante e Marina Silva com seu plácido absenteísmo.

As artes do Planalto levaram para 62% o índice de desaprovação de um governo que vive num mundo de trapalhadas, fantasias e marquetagens.

A jararaca engordou e dificilmente o risco Lula será liquidado pela Lava Jato. Primeiro porque não será fácil torná-lo inelegível, com uma condenação de segunda instância, antes do pleito do ano que vem. Mesmo que isso aconteça, Lula poderá tirar um poste da manga. Joaquim Barbosa, por exemplo.

A jararaca está viva, engordou e arma o bote. Quem o viu no velório da mulher pode ter percebido uma emoção verdadeira, dentro da qual havia instantes úteis a uma retórica eleitoral.

Roberto Rocha silencia sobre drama de funcionários da Capital AM, ataca comunistas e leva ‘surra’ de internautas


Roberto Rocha: curtindo a vida adoidado e os funcionários da Rádio Capital AM com dez meses de salários atrasados

Mais uma vez, o senador Roberto Rocha, o ditador insensível, não se manifesta sobre o drama dos funcionários da Rádio Capital AM, que amargam dez meses de salários em atraso, como revelado pelo blog.

Nas redes sociais, onde posa de bom político e como melhor alternativa para governar o Maranhão, simplesmente ignora a situação de penúria de seus funcionários. Em vez de mandar um recado alentador aos mesmos, ele preferiu destilar veneno contra o governo e os comunistas, na noite deste sábado (18).

“O comunismo é a estupidez que se materializa na realidade em forma de aberração, e que vai tentando destruir e asfixiar tudo e todos no processo de se justificar e se preservar no poder. Tenho dito, comunistas inteligentes são patifes; os honestos são burros; e os inteligentes e honestos nunca são comunistas”, disse o senador, em mais um acesso de fúria.

Até parece que o senador Roberto Rocha sofre de transtorno bipolar. Há poucos dias, nas redes sociais, lamentou a morte do filho do governador Flávio Dino. Estaria querendo agradar ao governador? No entanto, de forma contínua e permanente, faz ataques a Dino e seus aliados no governo. Esse tipo de comportamento meio obsessivo pode sugerir que o senador precise procurar um especialista para iniciar tratamento.

É importante lembrar que transtorno bipolar não tem cura, mas pode ser controlado. O tratamento inclui o uso de medicamentos, psicoterapia e mudanças no estilo de vida, tais como o fim do consumo de substâncias psicoativas, o desenvolvimento de hábitos saudáveis de alimentação e sono, além de redução dos níveis de estresse. E o senador tem andado muito estressado, sentindo falta dos cofres do Estado para irrigar seus negócios.

Fica a dica, senador: procure detectar seu problema urgentemente e deixe de postar asneiras nas redes sociais. Afinal, você foi eleito para ajudar a tirar o Maranhão do atraso deixado pela oligarquia. Ou está querendo a volta dessa gente ao poder?

Em menos de uma hora da postagem, dezenas de comentários de internautas já mostravam que essa postura do senador não conta com o apoio da maioria. Isso pode significar também uma ampla reprovação do senador para uma suposta disputa ao governo do Estado, em 2018.

Confira alguns dos comentários que reprovam a postura de Roberto Rocha.

“Seu pensamento está atrasado uns 40 anos, esse "medo" do comunismo é usado desde a guerra fria para dar apoio a ideias absurdas. Nesse caso, a ideia absurda é ter você como governador do Maranhão”, diz Dennis Mantovani.

“Tá difícil debater e manter a política, senador? Você deveria respeitar a história dos comunistas que anda juntamente com a história do povo brasileiro!!!! Você querer seguir outros rumos é da vida, inclusive justo. Agora não venha querer denigrir ou baixar o nível querendo ofender a história dos comunistas! Aproveite a sua aposentadoria no senador pra estudar um pouco de história!”, dispara Thays Campos.

Thiago Barbosa disse: “Eu só votei no Roberto Rocha pois ele alegava ter o mesmo plano que o Flávio agora depois que chegou ao em Brasília começo esses ataques. O Homem agora que esta no primeiro mandato já está sendo praticamente chamado de ditador. Só porque é do partido comunista, agora quando a direita passa mais de 40 desgovernando o estado aí sim é uma oligarquia uma ditadura. Eu hein o pessoal gosta de inverter as coisas”.

Thiago Emanuel disse “ Eu me sinto altamente arrependido por ter votado nesse sujeito em duas oportunidades.”

“Vossa Excelência se elegeu com a grande ajuda desses comunistas, não foi Senador? Agora tá cuspindo no prato que comeu?”, questiona Epitácio De Carvalho Sousa,

“Tenho vergonha de ter votado em vc...medíocre se comporte como senador seu mandato é uma vergonha, seu fraco. Votei nesse senador por causa do Flávio Dino, mas tô vendo que joguei meu voto fora”, disse Joatan Freire.

Lindomar Souza, que se mostra aliado do senador, aproveitou para criticá-lo e enaltecer o esforço do governador para manter o equilíbrio das contas, mesmo em um cenário de crise. Ele disse: “Eu não voto em partidos, Eu votos pessoa independente de partido. Vejo Flávio Dino no caminho certo. Apesar da crise financeira que assola o país, nosso estado podre com é tá progredindo, enquanto estados ricos estão falindo, significa que nosso estado tá bem administrado. Falta gratidão por parte do Meu senador Roberto Rocha”

Blog do Gilberto Lima

sábado, 18 de fevereiro de 2017

WEVERTON ROCHA DENUNCIA “ESTELIONATO” DE TEMER

Wilson Dias/Agência Brasil

A Federação dos Trabalhadoras e Trabalhadores da Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema) realizou uma reunião em São Luís, para discutir a perda de direitos na Reforma da Previdência, proposta pelo governo Michel Temer; deputado Weverton Rocha (PDT) anunciou que propôs uma emenda que está propondo ao texto do governo preservando o direito do pequeno agricultor, que na avaliação do deputado não pode ser tratado da mesma forma que outras categorias; “Ele (Temer) agora quer retirar os direitos dos trabalhadores e aposentados e aprofundar as diferenças regionais. Isso é um estelionato eleitoral e não podemos aceitar”

247, com Blog Marrapá - A Federação dos Trabalhadoras e Trabalhadores da Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema) realizou uma reunião em São Luís, para discutir a perda de direitos na Reforma da Previdência,proposta pelo Governo Federal, justamente por ser uma das categorias mais prejudicadas pelo novo modelo de aposentadoria a ser adotado. O deputado Weverton Rocha (PDT) participou da reunião. Em sua fala, o pedetista apresentou o posicionamento do PDT contra a Reforma da Previdência e ainda que anunciou uma emenda que está propondo ao texto do governo preservando o direito do pequeno agricultor, que na avaliação do deputado não pode ser tratado da mesma forma que outras categorias.

“É injusto! O trabalhador rural trabalha de domingo a domingo, no sol e na chuva, com renda mais baixa e expectativa de vida menor. Não permitiremos a perda de direitos”, ressaltou o parlamentar.

A proposta aumenta a idade mínima da aposentadoria de 53 para 65 anos, tanto para homens como para mulheres, e o tempo mínimo de contribuição aumenta de 15 para 25 anos. Segundo o cálculo do governo, aos 65 anos e com 25 anos de contribuição, o valor do benefício será de 76% da média de todas as contribuições. Com 26 anos de contribuição, 77%. Com 27 anos, 78%. O percentual chega a 100% (aposentadoria integral) com 49 anos de contribuição.

Segundo o IBGE, o Maranhão tem a menor expectativa de vida do Brasil, de 66 anos, ou seja, o trabalhador local poderia nem desfrutar do benefício. Além disso, o trabalhador rural tem expectativa menor que o urbano.

O deputado também chamou a atenção para a ilegitimidade do presidente Michel Temer em propor as medidas, uma vez que se elegeu vice-presidente na chapa com a presidenta Dilma, propondo um plano de governo que prometia assegurar direitos trabalhistas e previdenciários, reconhecendo as diversidades regionais. “Ele agora quer retirar os direitos dos trabalhadores e aposentados e aprofundar as diferenças regionais. Isso é um estelionato eleitoral e não podemos aceitar”, finalizou. 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Ministro da Saúde garante a prefeitos rever questão da per capita no MA

Em reunião realizada na última quinta-feira (16) com prefeitos e deputados maranhenses, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, garantiu a revisão do teto da saúde no estado, atendendo à reivindicação da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, cujo presidente, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), destacou ser a hora de uma força tarefa para que estabeleça pelo menos a média nacional quanto aos valores repassados às cidades.


O encontro com o ministro foi parte de um movimento deflagrado pela FAMEM, que levou 90 prefeitos à Capital Federal e, no dia anterior, recebeu a adesão do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia. O parlamentar disse que iria se empenhar pessoalmente para que o Governo Federal venha a equacionar o problema mostrado pelos gestores municipais do Maranhão.

No Ministério da Saúde, Tema destacou que o Maranhão está sendo penalizado ao figurar na 25ª posição no ranking nacional em relação aos valores da per capita. O diretor administrativo da FAMEM, Gildásio Ângelo da Silva, mostrou dados estatísticos mostrando a falta de critérios da União quanto à divisão dos recursos entre os estados.

Os deputados federais Juscelino Filho (coordenador da bancada), Pedro Fernandes e Cleber Verde, que acompanharam os prefeitos, fizeram gestões junto ao ministro e garantiram que estão empenhados em pavimentar caminho para um encontro da Federação com o presidente Michael Temer.

“Vamos atuar em diversas frentes. Na parte técnica, a FAMEM começará, a partir de agora, a elaborar estudos quanto às demandas médicas hospitalares e também para a formatação de uma nova PPI, já que estamos atrasados nesse quesito”, destacou o líder municipalista.

No encontro com o ministro da Saúde, o grupo municipalista recebeu também o reforço da suplente de deputada federal Rosângela Curado; da secretária de Saúde de São Luis, Helena Duailibe; e dos deputados estaduais Rogério Cafeteira (líder do Governo na Assembleia), Rafael Leitoa, Levir Pontes, Antônio Pereira e Stênio Resende.

Presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Vinícius Araújo também se manifestou, ressaltando a necessidade de se estabelecer uma plataforma de trabalho urgente com vistas a reverter o quadro em que se encontra o Maranhão com relação ao teto da saúde.

Diversos prefeitos aproveitaram a ocasião para mostrar problemas de seus respectivos municípios. Ao final da reunião, o Cleomar Tema se mostrou esperançoso quanto ao futuro, destacando ainda que os deputados federais foram importantes, por conta do auxílio que deram aos prefeitos na jornada.

Ele também agradeceu o apoio dos deputados estaduais que acompanharam os prefeitos.

Tema disse ser inconcebível que o Piauí, com praticamente a metade da população do nosso estado, seja contemplado com uma per capita de R$ 225,00, enquanto que o Maranhão recebe apenas R$ 158,00.

“Isso vem mostrar claramente que tal distribuição não obedece a critérios técnicos, mas políticos, levando-se em conta que, antes do atual ministro da Saúde, a pasta foi ocupada, pelo período de três anos, por um deputado federal do Piauí”, destacou o presidente da entidade municipalista.

Ascom/FAMEM

PREFEITO JANES CLEI TEM MAIS UM DIA DE CONQUISTAS EM BRASÍLIA




Por Manoel Arruda especial para o Portal do Alto Grajaú

Seguindo a lista positiva na busca de Recursos para Formosa da Serra Negra, como Projetos e Emendas Parlamentares, o Prefeito Janes Clei(PDT) concluiu hoje mais um dia de trabalhos positivos para nossa cidade em Brasília. Hoje foi a vez do Prefeito visitar o Ministério do Meio Ambiente, onde na ocasião solicitou recursos federais para a construção de um aterro sanitário para um armazenamento mais seguro do lixo. Depois Janes seguiu para o Ministério do Desenvolvimento Agrário onde solicitou o PAA (Programa de Arrecadação de Alimentos). 

No Ministério da Saúde Janes pediu recursos para a conclusão das UBS (Unidades Básicas de Saúde) que não foram concluídas na gestão passada. 

No Ministério da Educação o prefeito conseguiu do FNDE um ônibus escolar para reforçar a frota que a cidade dispõe. O Prefeito de Formosa participou também de uma reunião Parlamentar com a bancada de Deputados Federais do Maranhão e com o Presidente da Câmara Rodrigo Maia. Janes participou das conquistas de hoje juntamente com o Prefeito de Fortaleza dos Nogueiras,  Aleandro Passarinho, que também solicitou recursos e projetos para o município vizinho.

"Hoje foi um dia muito produtivo na companhia inseparável do amigo e Prefeito de Fortaleza dos Nogueiras Aleandro Passarinho", disse Janes Clei.

SAAE REALIZA CANALIZAÇÃO DO BAIRRO SETOR INDUSTRIAL


Por Manoel Arruda para o Portal do Alto Grajaú

Em apenas 45 dias do NOVO GOVERNO, os resultados conquistados em Formosa da Serra Negra pela atual gestão UMA ALIANÇA COM O POVO (2017-2020) já são evidentes. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Formosa (SAAE), Sob a direção de Adelto Junior, iniciou nesta semana a canalização do Bairro Setor Industrial em Formosa da Serra Negra. 

De acordo com o diretor do SAAE, no novo bairro foram colocados mil e trezentos metros de canos, onde antes não havia nada. 

Todo o trabalho de canalização está sendo realizado com o apoio da Prefeitura Municipal de Formosa da Serra Negra administração do Dr. Janes Clei.

PF APREENDEU 1,2 MIL QUADROS NA CASA DO FILHO DE LOBÃO

Durante a deflagração da Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, a Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira (16) 1.200 quadros na residência Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão, presidente da CCJ; segundo o colunista Lauro Jardim, parte da coleção de Marcio Lobão adornava "paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme"

247 - A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira 16, durante a Operação Leviatã, um desdobramento da Lava Jato, 1.200 quadros na casa de Marcio Lobão, filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

O colunista Lauro Jardim assim descreveu Marcio Lobão nesta manhã:

Márcio Lobão é conhecido por ser amante de bons vinhos tintos franceses (dá preferência aos de Bordeaux). Participa de várias confrarias de amantes de boas safras. É dono de uma adega de qualidade.

Notabilizou-se também, desde que foi morar no Rio de Janeiro, há pouco mais de uma década, por colecionar obras de arte. Tem um excelente acervo. Parte deles adorna paredes até dos banheiros e lavabos do seu apartamento de frente para o mar do Leme.

O ex-presidente da Andrade Gutierrez Energia e delator da Lava Jato, Flávio David Barra, foi quem apontou o senador Edison Lobão (PMDB/MA) como o suposto responsável por coordenar o recebimento de propinas para o PMDB envolvendo as obras de Belo Monte e da usina nuclear de Angra 3.

Segundo o ex-presidente da Transpetro e também delator, Sergio Machado, era Marcio Lobão quem recebia, em mãos, um mensalão de R$ 300 mil do esquema. Por meio de seus advogados, Marcio Lobão se disse inocente e chamou a Operação Leviatã de "drástica medida judicial".

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

CIRO SE LANÇA AO PLANALTO E SE DIZ IMUNE A GOLPES


Em um longo discurso realizado em evento do PDT nesta quinta-feira 16, onde foi lançado candidato a presidente da República em 2018, o ex-ministro e ex-governador do Ceará disse que não será vítima de um golpe caso chegue ao Palácio do Planalto; "[Quando eu chegar lá], eu não posso falhar. Sou novinho demais para me matar, como Getúlio, e não deixarei ninguém fazer um golpe, como fizeram com João Goulart e com a Dilma. Chegando lá o pau vai cantar, comigo ninguém me derruba", desafiou; 'a palestra "O próximo passo: um desafio chamado Brasil" foi feita no Seminário Nacional de Vereadores e Vereadoras do PDT; assista

Ceará 247 – O ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes disse nesta quinta-feira 16 ser imune a golpes, como os que aconteceram com João Goulart e Dilma Rousseff, citados por ele próprio durante a palestra "O próximo passo: um desafio chamado Brasil", durante o Seminário Nacional de Vereadores e Vereadoras do PDT.

Confira a íntegra de sua fala no evento do PDT:


No evento do PDT, Ciro foi lançado candidato à presidência da República em 2018. Ele destacou que, caso chegue lá, não poderá falhar. "Eu não posso falhar. Sou novinho demais para me matar, como Getúlio, e não deixarei ninguém fazer um golpe, como fizeram com João Goulart e com a Dilma. Chegando lá o pau vai cantar, comigo ninguém me derruba", desafiou, sendo aplaudido.

Para Ciro, não podemos mais repetir para o futuro do Brasil o "mais do mesmo". Há necessidade, segundo ele, de um "novo pacto nacional". "Não estou falando de acordão político, estou falando de uma sobrevivência", disse.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Presidente da Câmara Federal garante apoio à luta da FAMEM pelo aumento do teto da Saúde

Cleomar Tema durante encontro com a bancada maranhense e o presidente da Câmara
O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), garantiu nesta quarta-feira (14), durante encontro com os prefeitos maranhenses e a bancada federal naquele parlamento, total apoio à luta deflagrada pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), através de seu presidente, Cleomar Tema, pela elevação da per capita da saúde, levando-se em conta que, atualmente, o Maranhão é o penúltimo Estado em termos desse recurso, recebendo apenas R$ 158,00 por habitante, enquanto o Piauí, com a metade da população maranhense, é beneficiado com R$ 225,00.

“Estou empenhado na luta dos prefeitos maranhenses, até porque tenho uma dívida com o Maranhão, Estado cuja bancada me concedeu maciça votação na reeleição para a presidência da Câmara Federal”, destacou Rodrigo Maia, estabelecendo um pacto com a FAMEM para tirar o Estado dessa situação.

Logo na abertura do encontro, ocorrido no salão 14 daquela casa parlamentar, o presidente da entidade municipalista, Cleomar Tema, foi bastante enfático ao assinalar os problemas enfrentados não apenas pelo Maranhão, mas também por outros Estados quanto aos recursos da Saúde.

“A questão não é técnica. Ela é política. Para que se tenha uma ideia, até o ano de 2013, Maranhão e Piauí tinham percentuais iguais nessa per capita. Agora, em 2017, temos o patamar de R$ 158,00, contra R$ 227,00. Nos últimos três anos, o ministro da Saúde foi um piauiense. Nosso problema não é esse, nossa luta, nossa reivindicação é para que cheguemos pelo menos à média nacional, que é de R$ 198. Por isso, estamos pedindo ao senhor presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, que nos ajude, que seja um maranhense nessa luta”, enfatizou.

O presidente foi mais além ao ilustrar o problema da cidade de Araioses que, com 46 mil habitantes, tem uma per capita de apenas R$ 190,00. “Não chega a 20 centavos ao ano por habitantes. É uma autêntica aberração e isso tem que ser corrigido com a maior urgência. Reclamamos e o Ministério da Saúde rebate, dizendo que não damos informações ou que não temos produtividade, o que não é verdade. Temos de fazer essa exposição diretamente ao presidente Temer e, para isso, contamos com o apoio do presidente da Câmara Federal”, acrescentou o líder municipalista.

Empenhado desde o primeiro momento na luta dos prefeitos, o deputado federal Zé Reinaldo (PSB) destacou que o Maranhão sofre uma grande injustiça nesse quesito.

“Não se pode conceber que o Estado com a décima maior população do País seja o 25º na per capita da saúde. Vejo que o prefeito Tema, presidente da FAMEM, tomou o rumo certo ao deflagrar esse movimento. Isso mostra sua larga visão e sua forte liderança”, disse o deputado.

Para ilustrar toda a problemática, o diretor administrativo da Federação, Gildásio Ângelo da Silva, ex-prefeito de Poção de Pedras e ex-presidente do Cosems (Conselho de secretários municipais de Saúde), apresentou gráficos em slides, extraídos de estudos técnicos elaborados com apoio da Secretaria Estadual de Saúde, onde mostrou que, ao longo de 26 anos, o Ministério da Saúde estabelece uma distribuição de recursos de forma equivocada.

Algo em torno de 90 prefeitos de todas as regiões participaram do movimento, considerado uma ação forte e extremamente positiva. O evento foi conduzido pelo deputado Juscelino Filho, coordenador da bancada maranhense e contou com as presenças dos deputados Zé Reinaldo, Aluísio Mendes, André Fufuca, Júnior Marreca, Julião Amin, Alberto Filho, Eliziane Gama, Zé Carlos, Pedro Fernandes, Hildo Rocha, Weverton Rocha, Cleber Verde, Waldir Maranhão e Luana Alves; além do vice-governador Carlos Brandão.

O senador Roberto Rocha (PSB), esteve com os prefeitos na parte da manhã, confirmando apoio, enquanto o deputado Rubens Pereira Júnior justificou ausência por conta de outros compromissos.

Ascom/FAMEM/Blog do Djalma Rodrigues