sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Governo se reúne com prefeitos para ajustar detalhes para entrega de novas Escolas Dignas


O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), se reuniu, na quarta-feira (4), com prefeitos e secretários municipais de educação de Tuntum, Apicum-Açu, Formosa da Serra Negra, São João do Sóter, Lago da Pedra, São Roberto, Barreirinhas e Parnarama, municípios onde estão sendo construídas unidades escolares do Programa Escola Digna, para substituição de escolas instaladas de forma improvisada ou inapropriada – em casas, barracões de taipa e palha – por construções de alvenaria com espaços adequados para o processo de ensino e aprendizagem.

O Programa Escola Digna é uma macropolítica de Educação desenvolvida pelo Governo do Maranhão, que consiste em uma série de ações com o objetivo de aprimorar e transformar o processo de ensino e aprendizagem na Educação Básica e elevar os índices educacionais do estado.

O Regime de Colaboração com os municípios é outra característica do programa, além da substituição de escolas que funcionam em ambientes inapropriados por espaços adequados. Assim, o Governo do Maranhão está construindo escolas, com o intuito de fazer do espaço escolar um ambiente mais confortável, acolhedor e favorável à melhoria do processo de ensino e aprendizagem.

Na reunião, foram definidos os últimos ajustes referentes às construções, como: instalação de energia elétrica, que ficará a cargo das construtoras e da Cemar; a perfuração de poços artesianos nas localidades onde não há sistema de água; e, por último, foram definidas as datas das inaugurações das escolas nestes municípios.

O cronograma de inaugurações desta etapa do Escola Digna começa no dia 3 de fevereiro, quando serão entregues seis escolas construídas nas localidades de Olho D´Água e Placa Violão, no município de Tuntum; Peritoró dos Pretos, em Peritoró; e Ingarana, Bier II e Nazaré, em Santa Filomena.

Até março, o Governo do Maranhão vai entregar um total de 37 novos prédios escolares do programa. Um investimento de aproximadamente R$ 14,5 milhões, beneficiando mais de 1.900 alunos, além de professores. “Isso significa que, para os professores e alunos beneficiados por essas construções, a volta às aulas terá mais dignidade, conforto e estímulo para ensinar e aprender. O governador Flávio Dino não abre mão de transformar as escolas públicas do Maranhão em ambientes mais propícios ao desenvolvimento de um ensino de qualidade, capaz de transformar cidadãos”, afirmou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

A meta da gestão estadual é entregar 300 novas Escolas Dignas até o final de 2018. No total, 209 processos tramitam na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) para construção das escolas, destes, 98 já estão sendo construídas, incluindo as 37 que serão inauguradas nos próximos dois meses.

Primeira Escola Digna

A primeira unidade do programa Escola Digna foi entregue no povoado Muriçoca, em Fortaleza dos Nogueiras, no Sul a do Maranhão, no dia 15 de julho do ano passado, beneficiando 40 alunos.

SECOM/MA