segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

GOVERNO DIVULGA NOTA OFICIAL SOBRE MATÉRIA DO JORNAL O ESTADO DE S. PAULO


O Governo do Maranhão divulgou Nota Oficial esclarecendo denúncia publicada ontem (25) no jornal O Estado de São Paulo, sobre desvio de verba em vários hospitais públicos de São Luís. Na nota, o Governo do Estado esclarece que as denúncias se referem a fatos acontecidos no governo passado e critica a matéria. "Infelizmente, o texto omite a relevantíssima informação de que os supostos fatos narrados ocorreram no governo passado e não no atual"

O Governo do Maranhão divulgou Nota Oficial esclarecendo denúncia publicada ontem (25) no jornal O Estado de São Paulo, sobre desvio de verba em vários hospitais públicos de São Luís. Na nota, o Governo do Estado esclarece que as denúncias se referem a fatos acontecidos no governo passado e critica a matéria. "Infelizmente, o texto omite a relevantíssima informação de que os supostos fatos narrados ocorreram no governo passado e não no atual". 

A Nota Oficial esclarece ainda outras informações veiculadas pelo jornal. Veja a íntegra:

A respeito da reportagem "Verba de hospital no Maranhão foi gasta com vinho", de O Estado de S. Paulo, 25 de dezembro, o governo do Maranhão esclarece:

1 – Infelizmente, o texto omite a relevantíssima informação de que os supostos fatos narrados ocorreram no governo passado e não no atual;

2 – A matéria também afirma que pacientes morreram por problemas de oxigênio em um hospital, quando a conclusão dos laudos técnicos dá conta de que as mortes não foram decorrentes desta causa;

3 – Sobre o Hospital Presidente Vargas (HGV), é fato verdadeiro que ele se encontra em reforma e, por isso, os pacientes foram transferidos naquela ocasião para espaço adequado de outra unidade de saúde, o Hospital Carlos Macieira. Quanto ao funcionamento do Hospital Presidente Vargas, não houve e não há recusa de atendimento aos pacientes. Pelo contrário, todos que chegam à unidade são acolhidos e atendidos normalmente;

4 – Sobre o hospital do Câncer, a reportagem se utiliza de suposta "fonte (paciente) que preferiu não se identificar", o que torna impossível a verificação da situação específica e qualquer manifestação do governo a respeito;

5 – Sobre o tratamento de radioterapia, o atual governo já dobrou a capacidade de atendimento e em 2017 vai ampliar ainda mais, mediante convênio celebrado há alguns meses com o Hospital Aldenora Bello, viabilizando a aquisição de um novo acelerador linear;

6 – Reiteramos o empenho do atual governo do Maranhão em superar as dificuldades herdadas, como é público e notório, bem como de enfrentar graves problemas nacionais, a exemplo do sistema de saúde.

Assessoria/MA.