segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Dino deve repensar a nova política do Maranhão


Por RICARDO FONSECA/Blog Propagando/br 247

Apesar do PCdoB ter feito 43 dos 217 prefeitos que integram o Estado do Maranhão e ser considerado o partido com maior numero de eleitos, o governador Flávio Dino, poderia até se considerar o grande vencedor dessas eleições. Só que não! Ele perdeu em cidades importantes como Imperatriz, Pinheiro, Grajaú, Caxias, São José de Ribamar e Bacabal, mesmo ganhando a prefeitura em cidades com candidatos de outros partidos.

Vamos relacionar as 10 maiores cidades maranhense pelo PIB:

1- São Luís 20.798,001 – Terá segundo turno

2- Imperatriz - 2.456,381 - Delegado Assis (PMDB) foi eleito. Dino apoiou Rosangela Curado (PDT).

3- Açailândia - 1.664,720 - Juscelino (PCdoB), Dino venceu.

4- Balsas - 1.309, 075 - Dr. Erik (PDT), Dino venceu.

5- Timon - 866.222 - Luciano Leitoa (PSB), Dino venceu.

6- Caxias - 819,613 – Fábio Gentil (PRB) foi eleito. Dino perdeu, apoiou o Prefeito Leo Coutinho (PDT).

7- Codó - 632,373 – Francisco Nagib (PDT) foi eleito. Dino perdeu, apoiou Pedro Belo ( PCdoB).

8- Bacabal - 598,132 – Roberto Costa (PMDB) foi eleito. Dino Perdeu. Costa é cria do Senador João Aberto, Sarneyzista de carteirinha.

9- São José de Ribamar 596,770 – Luís Fernando Silva (PSDB). Dino perdeu!

10- Barra do Corda 565,196 - Eric Costa (PCdoB). Dino venceu!

Pois bem, das 10 cidades acima relacionadas, o governador só fez 4 prefeitos, um número considerado ínfimo pelo estrago que a máquina administrativa poderia causar se fosse melhor trabalhada nessas eleições.

Dino vai precisar repensar numa nova fórmula para conduzir a política do estado, para que possa ter condições de se reeleger ou quem sabe até fazer o seu sucessor em 2018. Ele vai encontrar pela frente as agruras do PSDB (fez 29 prefeitos no estado), e cujo projeto político é justamente ocupar os executivos estaduais e federal daqui a 2 anos. Como também a sede de poder do PMDB 
(fez 22 prefeitos no Maranhão), que também almeja as cabeças em 2018.

Por enquanto ironicamente o PSDB é parceiro do seu governo, cujo o Vice – governador Carlos Brandão, está afinadíssimo com as instruções dos Leões. Porém,no ano eleitoral vindouro isso deve mudar. Flávio também terá de enfrentar o antigo aliado e hoje desafeto, o Senador Roberto Rocha (PSB), que não esconde o seu projeto político de conquistar o Palácio dos Leões, para realizar um sonho antigo do ex governador e seu pai, o saudoso Luiz Rocha.

A verdade é que a vitória nas eleições do próximo dia 30 em São Luís, cujo o candidato apoiado por Dino, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), é imprescindível para a definição dos rumos que ele irá tomar para 2018.

Se a famosa lenda da ilha rebelde ainda existir, o candidato opositor Eduardo Braide (PMN), será eleito com mais de 60% dos votos válidos. Caso a sua vitória se confirme, essa será a maior derrota do comunista em 2016 no estado.

Confira a lista dos partidos que mais elegeram no Maranhão, aqui: 


Veja a listas dos prefeitos eleitos, aqui: