OBRIGADO PELA VISITA E VOLTE SEMPRE!

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU, TEMOS ÓTIMOS PROFISSIONAIS PARA CONSTRUIR POSITIVAMENTE A IMAGEM DA SUA EMPRESA!

ANUNCIE CONOSCO, FALE COM NOSSA EQUIPE E APAREÇA!!

ESTE ESPAÇO PODE SER SEU, TEMOS ÓTIMOS PROFISSIONAIS PARA CONSTRUIR POSITIVAMENTE A IMAGEM DA SUA EMPRESA!

Portal do Alto Grajaú

Portal do Alto Grajaú!

ACOMPANHE AQUI SEUS ESPORTES PREFERIDOS

PARA VOCÊ QUE É AMANTE DO FUTEBOL PREPARAMOS UM ESPAÇO SOMENTE PARA VOCÊ, AQUI SEU TIME E CAMPEÃO...

DIVULGUE! É SÓ FALAR COM DIRETOR

• DIVULGUE COM A GENTE E APAREÇA • portaldoaltograjau@gmail.com •

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Edivaldo destaca atuação de Cleomar Tema para evitar corte do Fundeb

Tema esteve reunido esta semana com Edivaldo em seu gabinete na prefeitura da capital

O prefeito de São Luís e presidente de honra da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Edivaldo Holanda Júnior, elogiou o trabalho de articulação do presidente da entidade, prefeito Cleomar Tema, que evitou que as cidades maranhenses fossem penalizadas com o corte de R$ 177 milhões de recursos do ajuste do Fundeb.

“O corte do Fundeb geraria extremo prejuízo aos municípios e suas populações. Parabenizo o presidente Cleomar Tema por essa grande conquista e por sua atuação junto a bancada maranhense em Brasília”, afirmou Edivaldo.

Graças a uma força tarefa comandada por Tema, prefeitos e deputados federais, o presidente Michel Temer voltou atrás e garantiu que editará uma medida provisória garantindo o parcelamento da soma do Fundo adiantada ano passado, o que permitiu fôlego financeiro às prefeituras do estado para pagamento das suas obrigações, dentre elas os salários dos professores.

A conquista capitaneada pelo presidente da FAMEM também beneficiou o governo do estado, que não mais perderá, de uma só vez, R$ 47 milhões.

Tema agradeceu o apoio e as palavras elogiosas do prefeito de São Luís. De acordo com ele, o municipalismo no Maranhão vive um novo momento, no qual todos os agentes políticos estão verdadeiramente unidos em prol do fortalecimento das cidades.

Também participaram do encontro os vereadores Pavão Filho e Raimundo Penha; o secretário municipal de Articulação Política, Jota Pinto; e o diretor administrativo da Federação, Gildásio Angelo.


Ascom/Famem

quinta-feira, 27 de abril de 2017

RODOVIÁRIOS DE SÃO LUÍS ADEREM À GREVE NACIONAL

Os funcionários vinculados ao Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (Sttrema) também vão parar nesta sexta-feira (28) em protesto contra as reformas trabalhistas e da Previdência. De acordo com o presidente do Sttrema, Isaías Castelo Branco, e todos os ônibus coletivos de São Luís ficarão retidos nas garagens das 00h às 18h de sexta-feira. “Ficaremos agrupados nos portões das garagens, nenhum coletivo sairá delas, a partir do horário das 00h às 18h”, pontuou Isaías Castelo Branco. O relato é do Jornal Pequeno.

O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Joel Nascimento, informou que, entre as outras categorias que decidiram aderir à mobilização, está o Sindicato dos Bancários e o Sindicato Nacional dos Aeronautas. Segundo Nascimento, com base em nota oficial da categoria, os voos em capital maranhense deverão ser suspensos nesta sexta-feira.

O dirigente também afirmou que os sindicatos dos professores da rede pública e privada de ensino teriam garantido a paralisação nas escolas.

Outra categoria que deve cruzar os braços é a do comerciários. As lojas do Centro de São Luís ficarão fechadas durante todo o dia de amanhã.

“A greve é geral e nacional, e toda a população está convocada a participar. Teremos pontos de concentração na barragem do Itaqui-Bacanga, na BR-135, e no Centro da cidade, isso, a partir das 00h de sexta-feira”, informou Joel.

Maranhão 247

Dr. Tema: as qualidades de um articulador político competente

Dr. Tema, vitória em Brasília nesta terça-feira(25)


Por Emerson Araújo/Jornalista

Não é de hoje que temos dito que o Prefeito de Tuntum e Presidente da poderosa FAMEM, Cleomar Tema, nasceu para fazer e viver política 24(vinte e quatro) horas. E é o que tem feito ao longo destas últimas 03(três) décadas no Estado do Maranhão.

Político nato da região central do Maranhão, Cleomar Tema começou a sua trajetória política no movimento estudantil quando ainda cursava o antigo ensino fundamental no Ginásio Colinense no final da década de sessenta onde ali estudava vindo do antigo Povoado da Santa Filomena, hoje cidade. O historiador e membro da Academia Piauiense de Letras, contemporâneo de Cleomar Tema, ali em Colinas, Fonseca Neto, em conversa com o titular deste blog Emerson Araújo em Teresina, onde reside hoje, afirmou, que, Tema já tinha um discurso afinado e conseguia empolgar os colegas de ginásio com seu jeito de liderar, com sua fala que empolgava e arrancava aplausos nas horas de recreio.

Lembranças históricas a parte sobre o Dr. Tema, o que se tem testemunhado, nas últimas horas, sobre este prefeito que é liderança política portentosa do Maranhão em torno do episódio sobre o FUNDEB que o governo federal tentava impor sobre o Estado e os municípios maranhenses foi a sua influência política ativa a favor da causa municipalista posta junto a maioria dos deputados federais em Brasília, nesta terça-feira(25). 

Dr Tema, na sua cruzada em Brasília, chamou para si a responsabilidade de mobilizar a bancada federal do Maranhão na Câmara dos Deputados, nestas últimas horas, para forçar o MEC/FNDE a recuar sobre o procedimento de retenção de uma parte do FUNDEB no mês de abril, o que levaria mais calamidade financeira e social para os gestores maranhenses, e, assim ele fez, demonstrando as qualidades de um articulador político competente que lembraria o jovem estudante de Colinas metido no grêmio estudantil da sua escola no final da década de 60(sessenta) como testemunhara Fonseca Neto.

Pela insistência e poder de mobilização junto a bancada maranhense que, até que enfim acabou unida por uma boa causa a favor da maioria do povo deste estado, Dr. Tema leva, não só a vitória do grande articulador que continua sendo e um exemplo de liderança política do melhor quilate que ainda se tem por aqui, um orgulho para os tuntunenses e, com certeza, orgulho para todos os prefeitos filiados ou não a FAMEM pela vitória conseguida.

Blog Bate Tuntum

Veja como votaram os deputados federais do Maranhão no Projeto da Reforma Trabalhista


Contra os trabalhadores:



Alberto Filho (PMDB) Sim
Aluísio Mendes (PTN) Sim
André Fufuca (PP) Sim
Cleber Verde (PRB) Sim
Hildo Rocha (PMDB) Sim
João Marcelo Souza (PMDB) Sim
José Reinaldo (PSB) Sim
Junior Marreca (PEN) Sim
Juscelino Filho (DEM) Sim
Pedro Fernandes (PTB) Sim
Victor Mendes (PSD) Sim
Waldir Maranhão (PP) Sim


A favor dos trabalhadores:



Rubens Pereira Júnior (PCdoB) Não
Weverton Rocha (PDT) Não
Zé Carlos (PT) Não

Deoclides Macedo (PDT) Não
Eliziane Gama (PPS) Não
Luana Costa (PSB) Não

Total Maranhão: 18

CONTRA DESMONTE DE TEMER, INTELECTUAIS SE UNEM NO PROJETO BRASIL NAÇÃO


Mais de oito mil personalidades brasileiras de diferentes áreas se unem por uma causa na noite desta quinta-feira 27, no Largo São Francisco, Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde será lançado o Projeto Brasil Nação.

Liderado pelo economista e ex-ministro Luis Carlos Bresser-Pereira, fundador do PSDB, o manifesto faz críticas a ações tomadas pelo governo Michel Temer, como propostas que prejudicam direitos históricos dos trabalhadores, e o projeto de privatização.

"Privatizar e desnacionalizar monopólios serve apenas para aumentar os ganhos de rentistas nacionais e estrangeiros e endividar o país. O desmonte do país só levará à dependência colonial e ao empobrecimento dos cidadãos, minando qualquer projeto de desenvolvimento", diz um trecho do texto.

"Para voltar a crescer de forma consistente, com inclusão e independência, temos que nos unir, reconstruir nossa nação e definir um projeto nacional. Cabe a nós repensarmos o Brasil para projetar o seu futuro – hoje bloqueado, fadado à extinção do empresariado privado industrial e à miséria dos cidadãos", defende ainda o documento.

O manifesto já ganhou mais de oito mil assinaturas, como do diplomata e ex-ministro dos governos Lula e Dilma Celso Amorim, o escritor Raduan Nassar, o cantor e compositor Chico Buarque, o jurista Fábio Konder Comparato, a jornalista Eleonora de Lucena, o ator Wagner Moura, o presidente da CUT, Vagner Freitas, entre vários outros.

O Projeto Brasil Nação tem como pilares "autonomia nacional, democracia, liberdade individual, desenvolvimento econômico, diminuição da desigualdade, segurança e proteção do ambiente". E propõe cinco pontos na economia: 

Regra fiscal que permita a atuação contracíclica do gasto público, e assegure prioridade à educação e à saúde; Taxa básica de juros em nível mais baixo, compatível com o praticado por economias de estatura e grau de desenvolvimento semelhantes aos do Brasil; Superávit na conta corrente do balanço de pagamentos que é necessário para que a taxa de câmbio seja competitiva; Retomada do investimento público em nível capaz de estimular a economia e garantir investimento rentável para empresários e salários que reflitam uma política de redução da desigualdade e Reforma tributária que torne os impostos progressivos.

Confira aqui a íntegra do texto e a lista de adesões.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Cleomar Tema destaca união da classe política em favor da educação do Maranhão


O prefeito de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, concedeu nesta quarta-feira (26) entrevista coletiva na qual destacou a união da classe política como o fator responsável pela decisão do governo federal em parcelar o pagamento de recursos oriundos do ajuste do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

No início da semana, a União baixou portaria determinando o corte imediato de R$ 224 milhões em repasses para os municípios maranhenses, que seriam penalizados com a perda de R$ 177 milhões; e governo do estado, que deixaria de receber R$ 47 milhões.

Graças a uma força tarefa comandada por Tema, prefeitos e deputados integrantes da bancada do Maranhão em Brasília, o presidente Michel Temer, na terça-feira (25), voltou atrás e garantiu que até o fim da semana editaria uma medida provisória garantindo o parcelamento da soma adiantada ano passado, o que permitirá que as prefeituras do estado consigam viabilizar o pagamento dos professores este mês, por exemplo.

“Caso não tivéssemos obtido a garantia do parcelamento, seria uma situação de caos total na educação de todos os municípios maranhenses. Felizmente, houve, mais uma vez, a União da classe política em favor do municipalismo. Agradeço a todos os prefeitos e prefeitas. Agradeço também o empenho da nossa bancada federal que, juntamente com a FAMEM, atuou fortemente. Agradeço a sensibilidade do presidente Michel Temer, que voltou atrás em sua decisão”, afirmou Tema.

O presidente da entidade municipalista informou que a medida provisória a ser editada deverá contemplar o parcelamento entre 10 a 12 vezes. “Essa é a proposta defendida pela FAMEM e pela bancada. Acredito que o governo não deverá fugir disso”.

Durante a coletiva, Cleomar Tema recebeu manifestações de carinho e apoio de prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado que fizeram questão de comparecer à sede da entidade municipalista, em São Luís, para agradecer o empenho do presidente.

“Temos, desde janeiro, um verdadeiro presidente. Um representante dos prefeitos e prefeitas do Maranhão e que trabalha realmente para que o municipalismo cresça e se fortaleça no estado”, comentou o prefeito de Lagoa Grande do Maranhão, Francisco Freitas.

Avaliação semelhante fez a prefeita de São Vicente de Ferrer, Conceição Castro. De acordo com ela, a união dos gestores públicos municipais deve-se, principalmente, ao trabalho que está sendo executado por Cleomar Tema à frente da Federação.

A presidente da seccional maranhense da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Gorethi Camelo, também fez questão de manifestar sua alegria para com a conquista obtida no setor da educação pública.

“O presidente Tema mostrou engajamento, força política e compromisso para evitar que o caos se instalasse na educação pública de nosso estado. Ele merece todos os nossos agradecimentos”, disse.

Ascom/FAMEM